A Declaração de activos dos funcionários Belo Horizonte, Minas Gerais

A parte problemática do processo de declaração de activos não é tanto decidir sobre as categorias de rendimentos e de funcionários públicos que devem fazer a sua declaração, mas antes decidir em que o acesso a estas declarações deve ser feito.

Modelo
(34) 3325-1493
rua Agelo Torrezão
delta MG, Minas Gerais
 
Cartório 9 Ofício Registro Notas Rodrigues Cunha
(313) 274-2759
r Conselheiro Paulo, 925, Cabana
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Francisco P Franca
(313) 224-9668
r Almandina, 15, ap 401, Santa Teresa
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Tabelionato Triginelli Serv Notarial do 3 Ofício
(313) 273-5744
av Aug Lima, 385
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Cartório do 2 OF Notas Vicente Jaguarao Rosa de Queiroz
(313) 224-3883
r Alpina, 1162, Lindeia
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
ESTÉTICA CORPORAL LIFTING
(31) 3023-1600
ESTEICA LIFTING
CONTAGEM, Minas Gerais
 
Cartório 5 Ofício de Registro de Imóveis
(313) 222-9695
r Tupis, 485, sl 102, Centro
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Cartório Dutra 6 Ofício Registro Imóveis
(313) 261-6755
r Inconfidentes, 910, Funcionários
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Cartório Duval de Barros
(313) 381-0688
bc Campo, 721, Vila São José
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Eugenio K Dutra
(313) 261-5872
r Inconfidentes, 910, Funcionários
Belo Horizonte, Minas Gerais
 

A Declaração de activos dos funcionários

É verdade que a instrumentalização pode ser intrusa e afectar a privacidade do indivíduo, especialmente se se estender para além dos funcionários públicos, aos seus próximos.

Acreditava-se que estas regras orientavam uma elite a viver de acordo com altos padrões éticos - padrões mais elevados e mais flexíveis do que as exigências das regras de letra gótica.

Contudo, todas as evidências apontam hoje para a inadequação deste sistema informal. A corrupção pode também ser hoje reduzida.

As regras informais não funcionam nem esclarecem o público.

Aceitando o argumento a favor da declaração, seguem-se algumas questões:

- A quem deve ser feita a declaração?

- Quais os assuntos que devem ser incluídos?

- Com que frequência devem as declarações ser feitas?

- Que tipo de acesso devem os media e os seus membros do público devem ter a estas declarações?

- E no caso dos funcionários de carreira quais os níveis de antiguidade devem ser requeridos para submetê-lo a este processo?

Não existem respostas simples para nenhuma destas questões.

A parte problemática deste processo não é tanto decidir sobre as categorias de rendimentos e de funcionários públicos que devem fazer a sua declaração, mas antes decidir em que o acesso a estas declarações deve ser feito.

O teste do azul de tornesol deve conseguir aquilo que for necessário para alcançar tranquilamente o público - e não o que quer que seja desejado pelos oponentes mais extremos à declaração.

Sobre o Autor

Estudei direito e sociologia. Dei aulas quer a formandos que a graduados. Tenho vários cursos e gosto muito da vivência humana. Sempre fui um lutador pela integridade o que fez que existam pessoas que não gostem de mim. Digo as verdades. Quem fala a verdade para os corruptos é desacreditado por eles. Assim a vida é um esforço para manter um equlibrio entre a subsistência e a dignidade.Aprecio muito os escritores do século XX que retratavam a sociedade do seu tempo, idêntica á nossa. Mais sobre mim: http://lattes.cnpq.br/7677564533752775


Artigos.com