Analisando a água do solo Caxias, Maranhão

Veja uma breve análise sobre a água do solo. Ela é importante para os nutrientes não móveis como o cálcio e o magnésio. Este mecanismo se verifica quando a raiz cresce e encaminha os nutrientes que são absorvidos.

Astal Saúde Ambiental
(98) 3236-1534
av Antares, 15 lj 6, Recanto dos Vinhais
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
A P C Controle de Pragas
(98) 3248-1918
av Mário Andreazza, 634, Olho D'Agua
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
Ambiental Dedetizadora
(98) 9117-8567
tv 9, 22, São Francisco
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
Agroserves Saúde Ambiental
(98) 8115-6631
av dos Africanos, 15 A, Sacavem
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
Imunitech Saúde Ambiental
(98) 3082-2222
r Xavier Chaves, 50
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
A Dedet-Serv
(98) 3222-4695
r Abacateiros, 67, Jardim São Francisco
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
Alpha Dedetização
(98) 3253-4318
r Urano, 19 Qd 30, Coroado
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
Dedetizadora Scorpions
(98) 3232-1344
r Basílio de Magalhães, 46, Coréia
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
A B Fenix Dedetizadora
(98) 3235-5509
r Inácio Xavier Carvalho, 660 Sl 203, São Francisco
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
Andredetização
(98) 8808-9649
r Cinco, 654, São Francisco
São Luís, Maranhão

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Analisando a água do solo

Na postagem anterior, Parte I verificamos ocomportamento da água no solo, a necessidade de um melhor desenvolvimento do sistema radicular, a capacidade da planta e do solo em reter água. Na Parte II, teremos a oportunidade de analisarmos os mecanismos de transporte e absorção dos nutrientes do solo.

Como se verifica a absorção e transporte de íons.

1. Interceptação pelas raízes ou “captação pelas raízes”
. Depende do desenvolvimento do sistema radicular da planta que, por sua vez, depende de um nível adequado de umidade. Ela é importante para os nutrientes não móveis como o cálcio e o magnésio. Este mecanismo se verifica quando a raiz cresce e encaminha os nutrientes que são absorvidos. A interceptação de raízes facilita a ação dos outros mecanismos de transporte: a difusão e o fluxo de massa.

2. Fluxo de massa . Se verifica quando o nutriente é carregado de um local de maior potencial de água para um de menor potencial, próximo das raízes. Existe um potencial de água no solo maior que aquele junto à raiz. A transpiração da planta é que causa esta diferença de potencial e que acarreta o movimento de massa da água em direção à raiz carregando os íons que se encontram na solução do solo. O fluxo de massa segue o fluxo de absorção e perda de água da planta. Resulta das perdas de quantidades de água pelas folhas, sendo ponto de partida para uma complexa série de “gradientes de concentração” desde a superfície das folhas até chegar à superfície do sistema radicular. Os nitratos e sulfatos são exemplos de nutrientes absorvidos por este mecanismo.

3. Difusão . O nutriente entra em contato com a raiz ao passar de uma zona de maior concentração para uma de menor concentração, próxima à raiz. O fósforo e o potássio estão firmemente adsorvidos ao solo e, consequentemente, em baixo teor na solução do solo. A difusão passa a ser o mecanismo de transporte. Ocorre quando a absorção é superior à chegada do nutriente à superfície da raiz. Cria-se um gradiente de concentração que proporciona a difusão dos nutrientes. Na presença da água, os íons que estão mais longe são arrastados para mais perto. Este processo é mais rápido em solos com umidade. Se o teor de umidade decresce no solo, a absorção de fósforo, pelas pequenas plantas de milho, é reduzida. A aplicação de fertilizantes em áreas úmidas do solo, ocupadas pelas raízes, provoca uma melhora na absorção dos nutrientes em relação à aplicação em um solo seco. Por isto, a vantagem de incorporar o fertilizante com aração, e coberturas seguidas de irrigação ou tempo para chuva.

A fertilização adequada aliada a outras técnicas corretas, aumenta a produtividade das culturas por unidade de água disponível, por uma série de fatores:
a. o crescimento inicial das plantas é melhorado e com isto a área foliar aumenta e uma melhor fotossíntese;
b. o desenvolvimento do sistema radicular é maior, com raízes mais profundas que vão buscar água a maiores profundidades no solo além de suportar melhor os períodos de seca;
c. aumento da cobertura vegetal que torna menores as perdas por escorrimento (erosão), facilitando uma maior infiltração de água.
d. acelera a maturidade das plantas e com isto faz com que o período que ficarão dependentes de água seja menor.

Clique aqui para ler este artigo na Agronomia Com Gismonti