Aprenda a substituir os alimentos gordurosos Caucaia, Ceará

Siga um programa alimentar eficiente na perda de peso. A nutricionista Liliana Bricarello relaciona a melhor maneira de substituir alimentos calóricos por opções similares ao paladar, porém menos gordurosos. Ela também enfatiza que essa reeducação alimentar evita doenças cardíacas.

cardinalefornos
(85) 9604-3511
R.gal.clarindo queiroz n.2000 ap. 303
fortaleza, Ceará
 
Cafe85
(85) 8505-2845
Rua Armando Oliveira, 361, Parquelandia
Fortaleza, Ceará
 
Raimundo M Rocha
(85) 342-1155
tv Visconde de Cauipe, Centro
Caucaia, Ceará
 
Fq da Costa
(85) 342-1808
r Celio Rodrigues Viana, 84, Parque Soledade
Caucaia, Ceará
 
Mercadinho Central de Caucaia
(85) 342-4002
r Coronel Correia, 1947, Parque Soledade
Caucaia, Ceará
 
Frutstok Distribuidora
(85) 3224-7112
Rua 4 de outubro, 1508 - CJ Industrial
maracanau, Ceará
 
Iara Lg Rocha
(85) 342-2981
tv Visconde de Cauipe, 2118, Centro
Caucaia, Ceará
 
João A Braga
(85) 342-0841
av Edson da Mota Correia, Itambé
Caucaia, Ceará
 
Francisco JC Ximenes
(85) 342-2666
r 117, 331, Planalto
Caucaia, Ceará
 
Maria Magalhães Albuquerque
(85) 342-3775
tv Visconde de Cauipe, 2343, lj 4, Centro
Caucaia, Ceará
 

Aprenda a substituir os alimentos gordurosos

Fornecido por:

As doenças cardiovasculares são as principais causas de morbidade e mortalidade no Brasil e no mundo ocidental, apresentando-se sob a forma de infarto agudo do miocárdio, insuficiência cardíaca, miocardiopatia isquêmica ou morte súbita.

A redução dos níveis de colesterol sangüíneo e triglicérides já foram consagradas como intervenções eficazes para a redução de taxas de morbidade e mortalidade pela doença arterial coronariana (DAC).

Alguns estudos clínicos realizados em grande escala, demonstraram grande relação entre a redução dos níveis de colesterol total, LDL-colesterol e a DAC.

A dieta é a primeira medida terapêutica aprovada para indivíduos com risco aumentado para doença coronariana e atua diretamente no tratamento e prevenção de fatores de risco modificáveis para a doença arterial coronariana. O controle do paciente hipercoleterolêmico depende do grau de adesão à dieta, da mudança do estilo de vida e da prática de atividade física. Além disso,...

Clique aqui para ler este artigo na Minha Vida