Aprenda a transformar aprendizes em mestres Rio Branco, Acre

Sentir confiança de seu próprio conhecimento é útil ao experimentar coisas novas. Mas esse mesmo sentimento pode bloquear a humildade necessária para ouvir o outro. Sentir confiança de seu próprio conhecimento é útil ao experimentarcoisas novas. Em vez de proteger seu prestígio, as pessoas precisam ter sede deaprender uns com outros e estar disposta a compartilhar seu conhecimento.

Faculdade da Amazônia Ocidental
(68) 2106-8200
etr Dias Martins, 894, Ch Ipê
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
A F Carneiro
(68) 3224-1946
r Bartolomeu Bueno, 163, Cs, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
SESI - Serviço Social da Indústria - AC
(68) 3212-4200
av Nações Unidas, 3727, Estação Experimental
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Instituto de Ensino Superior do Acre
(68) 3244-1282
tr Ponta Pora, 100, Capoeira
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
R. L. P. dos Santos - Me
(68) 3221-2301
r Deodoro,Mal, 236, 2 An, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Sociedade Educativa Acreana Ltda
(68) 3026-1717
av Getúlio Vargas, 1268, An 2 Sl 202, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
(68) 3223-3678
av Epaminondas Jacome, 1260, Base
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
M. S. Pre-vestibular Ltda
(68) 3224-0726
r Venezuela, 658, Cerâmica
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Faculdade Barão do Rio Branco
(68) 3213-7070
rdv BR-364, 2000, Km 2, Dis Industrial
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
UFAC
(68) 3901-2571
rdv BR-364, 4000, Km 4, Dis Industrial
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Aprenda a transformar aprendizes em mestres

Em um clima de aprendizagem, as pessoas não podem fingir quesabem tudo. Sentir confiança de seu próprio conhecimento é útil ao experimentarcoisas novas. Mas esse mesmo sentimento pode bloquear a humildade necessáriapara ouvir o outro, compartilhar observações e impressões o pedir e oferecerajuda. Em vez de proteger seu prestígio, as pessoas precisam ter sede deaprender uns com outros e estar disposta a compartilhar seu conhecimento emprol da equipe.

Procure criar um clima em que ser franco sobre os fracassosé uma virtude e se abrir para falar sobre problemas é um caminho para grandesconquistas.

Corte pela raiz asdiferenças do grupo.A aprendizagemmútua é impedida quando um grupo não enfrenta seus desafios abertamente. Vocêpode provocar a todos para que tragam suas opiniões e experiências à tonaquando transforma reuniões e encontros em momentos de feedback.

  • Quandouma discussão atinge um impasse, reserve o momento para reconhecer que elaexiste, a explorar sua causa e propor alternativas para proceder arespeito.
  • Invistatrês ou quatro minutos ao final e cada reunião avaliando o que funcionou,para concretizar sua compreensão dos fatores que sustentam o ambientepositivo. Da mesma forma, traga à tona o que não está funcionando e peçasugestões sobre o que o grupo poderia fazer de forma diferente paramelhorar as próximas reuniões.
  • Detempos em tempos, pergunte ás pessoas quanto elas se sentem confortáveisao compartilhar suas idéias. Estabeleça com o grupo regras básicas quepromovam franqueza e, daí em diante, coloque-as em prática.

Encoraje o conflitoconstrutivo. Quando as pessoas deixam de enfrentar suas diferençaspessoais, fica mais difícil para elas construírem a confiança necessária para aaprendizagem mútua,

  • Certifique – se de que o conflito permaneçapositivo mantendo o foco no problema e não nas pessoas.
  • Quando você sente que só foi levantando um pontode vista sobre a situação, seja direto ao pedir as outras opiniões. Escuteatentamente quando as pessoas expressarem pontos de vistas contrários. Façaperguntas para ter certeza de que todas as pessoas sentem que foram plenamenteouvidas.
  • Quando as pessoas ficarem na defensiva, procureentender o motivo, por que as atitudes defensivas costumam sinalizar que algoimportante não está sendo levado em consideração.

Reduza a pressa paratomar decisões. Para as pessoas se desenvolverem, elas precisam de novasidéias e perspectivas. A urgência constante para decidir, no entanto, tende aimpulsionar as pessoas a seguirem as mesmas rotas chegando às mesmas conclusõesde sempre. Você abre novas oportunidades de aprendizagem quanto interrompe esteimpulso automático e as encaminha a rotas alternativas.

  • Jáque novas idéias costumam demorar a tomar forma, proteja as sugestõesinovadoras e dê espaço à criatividade. Redirecione a atenção das pessoaspara ter certeza de que elas estão considerando plenamente as alternativasque costumam ser ignoradas.
  • Monitorea velocidade da tomada de decisões em questões nas quais a novaaprendizagem é pertinente. Peça de forma específica que as pessoasapliquem suas novas idéias e competências ao problema. Pergunte ao grupose questão foi explorada em profundidade suficiente, fazendo esforçosespeciais para alcançar as idéias dos membros mais silenciosos da equipe.Espere até que a exploração adequada e as divergências de pensamentotenham aparecido o suficiente antes de permitir a tomada de decisões. Issonão significa que você deva prorrogar as conclusões por mero capricho, massim que faz um esforço consciente para garantir que novos conhecimentos eidéias tenham sido explorados.

Estimule dialogosobre "como" e "o quê". As pessoas aprendem mais ao ouvir como algo feitodo que simplesmente vendo resultados finais.

  • Use as reuniões periódicas para mais do que osimples relato sobre o que as pessoas conseguiram ou não cumprir. Peça quedescrevam as coisas novas que tentaram, contra o que lutaram e como responderamaos problemas.
  • Convide-as a compartilharem com outros membrosda equipe o que recentemente aprenderam. Facilite as discussões sobre como alições pode ser aplicada em outras situações e por outras pessoas.

Dê o destaque aosheróis. Recompense de forma visível as pessoas que:

  • Trabalham consistentemente em prol de seupróprio desenvolvimento aprendendo com outras pessoas.
  • Comentem erros, aprendem com eles e compartilhamsua compreensão da situação com outras pessoas.
  • Desenvolvem – se de forma a contribuir com osobjetivos compartilhados.
  • Investem no coaching e no desenvolvimento dasoutras pessoas.

Clique aqui para ler este artigo na WebArtigos.com