Aprenda como misturar os fertilizantes Brasília, DF

Conheça as classificações das misturas dos fertilizantes. Cada nutriente principal está contido em grãos separados e resultam da mistura de fertilizantes simples como verificamos na figura a baixo. Pode haver casos em que o N e o P estão no mesmo grão.

Brasília Clube de Xadrez
(61) 3274-5375
Scrn 706/707 Bl D, s/n, en 12, s 301
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Le Français Restaurant
(61) 3225-4583
CLS 404 BL B, Lj 27
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Haná Japanese Food
(61) 3242-7331
CLS 408 BL B, Lj 35
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Dragon King
(61) 3328-4030
SCN Q 5 BL A, Brasília Shopp Lj 223
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Aero Clube de Brasília
(61) 3225-9811
Sgas 903, Lt 77
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Centro de Treinamento Esgrima Brasília
(61) 3242-5497
Sces Tr 1, s/n, lt 3
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Cantina Da Massa
(61) 3226-8374
CLS 302 BL A, Lj 4
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Cafe Cancun
(61) 3327-1451
SCN Qd 2 BL D, s/n Lj 52; Liberty Mall
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Fuji sushi
(61) 3224-6255
SCS Q 7 BL A, Lj 64
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Aabb-associação Atlética Banco do Brasil
(61) 3223-0078
Sces Tr 2, s/n, lt 16
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Aprenda como misturar os fertilizantes

Os fertilizantes se classificam:

1. Mistura de Grânulos – cada nutriente principal está contido em grãos separados e resultam da mistura de fertilizantes simples como verificamos na figura a baixo.
Pode haver casos em que o N e o P estão no mesmo grão. Isto ocorre quando se usa fertilizantes simples chamados nitrogenados-fosfatados (DAP e MAP).
2. Mistura Granulada ou Complexa -
Chama-se mistura granulada ou complexa quando os nutrientes estão contidos no mesmo grão (fig. à direita). O produto em pó é submetido a uma granulação.
Apresenta vários benefícios como:
a) maior resistência ao empedramento; b) maior uniformidades dos nutrientes; c) produto com granulometria homogênea; d) maior uniformidade na aplicação a lanço ou em linha; e) grãos mais duros e resistentes à quebra; f) maior eficiência agronômica; g) melhor aproveitamento dos nutrientes pelas plantas.
CLASSIFICAÇÃO QUANTO À FORMA FÍSICA
1) – fertilizante na forma de pó;
2) Farelado – fertilizante com grânulos desuniformes;
3) Granulado – fertilizante na forma de grânulos;
4) Líquido – fertilizante na forma líquida.

CLASSIFICAÇÃO DOS FERTILIZANTES SIMPLES QUANTO AOS NUTRIENTES:

1) Fertilizantes simples nitrogenados – são aqueles que contém na sua composição o nitrogênio (N). Exemplos: uréia, sulfato de amônio, nitrato de amônio, nitrocálcio, etc.
2) Fertilizantes simples fosfatados – são aqueles que contém na sua composição o fósforo (P). Exemplos: superfosfatos simples e triplo, fosfatos naturais, fosfatos naturais reativos, termofosfatos, escórias, etc.
3) Fertilizantes simples nitrogenados-fosfatados – são aqueles que contém na sua composição o nitrogênio (N) e o fósforo (P). Exemplos: fosfato diamônio (DAP), fosfato monoamônio (MAP);
4) Fertilizantes simples potássicos – são aqueles que contém na sua composição o potássio (K). Exemplos: cloreto de potássio, sulfato de potássio, etc.

CLASSIFICAÇÃO DOS FERTILIZANTES QUANTO À CONCENTRAÇÃO DE NUTRIENTES :

1) Baixa concentração : menos de 25% de nutrientes. Exemplo: a fórmula 5 – 10 – 09 cuja soma N+P+K = 24%;
2) Média concentração – de 25 a 40% de nutrientes. Exemplo: a fórmula 0 – 30 – 10 cuja soma NPK = 40%;
3) Alta concentração – mais de 40% de nutrientes. Exemplo: a fórmula
Exemplo: a fórmula 5 – 30 – 15 cuja soma NPK = 45%

Clique aqui para ler este artigo na Agronomia Com Gismonti