Aprendendo a liderar equipes Brusque, Santa Catarina

Saiba como influenciar positivamente a equipe de trabalho. Fernando Oliveira disserta sobre a postura do líder. “As pessoas só seguem aqueles a quem elas admiram”, ele destaca.

Pires e Associados Assessoria Ltda
(48) 3248-5155
r Fúlvio Aducci, 280, An 2, Estreito
Florianópolis, Santa Catarina

Dados Divulgados por
Conexao Desenvolvimento Organizacional Ltda
(48) 3224-0004
av Rio Branco, 404, Tor 1 Sl 806, Centro
Florianópolis, Santa Catarina

Dados Divulgados por
INOVAR ADMINISTRADORA DE CONDOMÍNIOS LTDA ME
(48) 3045-1857
RUA JOÃO PESSOA, 45 SL 115
CRICIÚMA, Santa Catarina
 
Biancamano Consultores Associados Ltda
(48) 3225-7943
av Rio Branco, 817, Cj 801, Centro
Florianópolis, Santa Catarina

Dados Divulgados por
Sebrae Santa Catarina
(48) 3221-0812
av Rio Branco, 611, Centro
Florianópolis, Santa Catarina

Dados Divulgados por
Cardoso Consultoria Ltda
(48) 3025-5566
r Jaime Câmara,Dom, 179, Sl 1105, Centro
Florianópolis, Santa Catarina

Dados Divulgados por
Ativa Consultoria Empresarial
(48) 3438-5316
Rua Raymundo Pucher 910
criciumna, Santa Catarina
 
Baima Consultoria e Comunicacao Ltda
(48) 3234-7453
r Lauro Linhares, 2123, Sl 103 Tor A, Trindade
Florianópolis, Santa Catarina

Dados Divulgados por
Campos Pereira Consultoria e Investimentos Limitada
(48) 3324-0445
r Coutinho,Pres, 311, Cob Sl 1201, Centro
Florianópolis, Santa Catarina

Dados Divulgados por
Mestra Consultoria e Assessoria S/S Ltda
(48) 3223-7129
r Silveira,Tte, 225, An 4 Sl 405, Centro
Florianópolis, Santa Catarina

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Aprendendo a liderar equipes

Fornecido por: 

Você está em harmonia consigo mesmo?



Você não fica doido (a) quando alguém discursa sobre o que é preciso fazer para melhorar as coisas e como as pessoas deveriam se comportar para atingir um objetivo, mas você percebe que a própria pessoa não faz aquilo que prega? Eu também fico.



Muitas pessoas têm ótimos discursos, sabem se expressar com facilidade e conseguem influenciar qualquer platéia, mas quando observamos aquilo que estão fazendo, descobrimos que existe um grande abismo entre o discurso e a prática. Tenho quase certeza de que você conhece alguém assim. Pessoas que falam, falam, falam, mas fazem exatamente o contrário daquilo que estão dizendo. Ou seja, são incongruentes ou em desarmonia consigo mesmas. Talvez essa pessoa seja seu marido, esposa ou até mesmo o chefe que tem o hábito de repetir aquele velho ditado; “faça o que eu mando, mas não faça o que eu faço”...
Existe hoje no Brasil uma grande escassez de líderes. De pessoas congruentes entre seus discursos e suas ações.



Os grandes líderes não são admirados apenas por seus belos discursos, mas por aquilo que fazem. Pela paixão que têm por uma causa digna de terem seguidores. O líder indiano Mahatma Gandhi foi assim. Ele era um líder congruente entre aquilo que dizia e aquilo que fazia. Nem mesmo quando foi provocado a reagir violentamente contra os ingleses, mudou suas convicções a respeito de como queria a liberdade pacífica da Índia.



Ser congruente é estar em harmonia entre aquilo que você pensa, fala e faz. Sem isso, sua vida é uma mentira. E mentir para si mesmo é sempre a pior mentira. Como já dizia aquela antiga música da banda Legião Urbana.



O fato é que as pessoas só seguem aqueles a quem elas admiram. E ninguém admira um fanfarrão falador. Se você está em um cargo de chefia dentro de alguma empresa, pense muito bem antes de dizer alguma coisa. Observe se você já É aquilo que espera que outras pessoas sejam. Uma frase famosa diz; Aquilo que você faz grita tão alto em meus ouvidos que não consigo ouvir o que você diz.



Os líderes influenciam pelo exemplo. Aquilo que eles fazem todos os dias é o que inspira outras pessoas a fazerem o mesmo. E você pode ser um líder. Você pode ser alguém que as pessoas queiram seguir, mas para isso, precisa ser congruente com você mesmo. Acreditar profundamente em algo que possa beneficiar outras pessoas e ser o primeiro a executar o plano para atingir esse objetivo.

Clique aqui para ler este artigo em Fernando Oliveira