Aprendendo a ter bons hábitos e educação alimentar Caucaia, Ceará

Aprenda no artigo abaixo como ter bons hábitos e uma educação alimentar saudável. Definitivamente, os alimentos não são apenas nutrientes, energia, sabores e odores. São também fortes representações psicológicas criadas em cada indivíduo.

Luzinon de Souza Tomaz
3287-6444
Av Bezerra de Menezes 2085
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Glauco Soares de Almeida
(85) 3246-0591
Av. Antônio Sales 990
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Hermano Jose Sales Rocha
3246-1133
Av Antonio Sales 990
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Ageu Galdino Brasil Junior
3241-4444
R Atilano de Moura 530
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Jotabe Fortaleza de Araujo
3461-2277
R Coronel Linhares 950
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Humberto Gomes Moreira Couto
3242-3411
R Republica do Libano 747
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Elizeu Alves de Lavor Netto
(85) 3242-2769
Av Dom Luis 1233 - Sala 1906
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Emilianne Monteiro Coelho
3486-6088
Av Dom Luis 1233
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Silvio Lemos
4005-9200
Av Santos Dumont 2122
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Roberto Vasconcelos Alves
3272-1123
Av Rui Barbosa 2805
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Aprendendo a ter bons hábitos e educação alimentar

Publicidade Definitivamente, os alimentos não são apenas nutrientes, energia, sabores e odores. São também fortes representações psicológicas criadas em cada indivíduo, a partir do seu relacionamento único e intransferível com aquilo que come.

Essas experiências sensoriais são conduzidas desde o nascimento, por ações e reações frente aos alimentos, e influenciadas constantemente pela forma como eles são oferecidos.

Por isso, cabe aos pais o papel fundamental na formação dos hábitos alimentares, na construção de uma atitude madura da criança em relação aos alimentos.

As reações que o ser humano mantém com a comida extrapolam a sua necessidade de nutrir-se. Embalados pelas sensações e emoções que despertam, os alimentos ora são percebidos como demonstração de amor, ora são vistos como recompensas por êxitos ou, numa atitude inversa, como alívio para fracassos e problemas.

Para a maioria das pessoas, é também um bom motivo para o convívio social.

Um dos aspectos mais controversos na alimentação é o fato de que o alimento, mais do que um elemento de sobrevivência, sempre esteve ligado ao prazer; sempre utilizamos a comida como algo mais que o ar, a água ou outros elementos básicos de subsistência.

O ato de recompensar crianças e adolescentes com alimentos não básicos é universal e tão antigo quanto o homem e muitos desses alimentos são considerados hoje "politicamente incorretos".

Conduzir a alimentação de uma criança com competência não é apenas nutri-la e fazê-la crescer, mas também ajudá-la a criar um sentimento de troca, prazer e convivência, que repercutirá sempre em saúde e estilo de vida.

A relação da criança com os alimentos depende das atitudes dos pais, que podem ser negativas ou positivas e, também, das orientações e comportamento durante as refeições. As crianças copiam os modelos alimentares dos pais e de pessoas que admiram. Se a família tem bons hábitos, a criança incorpora com o passar do tempo.

Feliz a criança que tenha aprendido a se alimentar bem como aprendeu a andar, naturalmente, sendo impulsionada pelo instinto, sob orientação de adultos esclarecidos e mirando-se em pessoas que demonstram possuir bons hábitos alimentares.

Fonte: Equipe Portal Nutrição

Clique aqui para ler este artigo na Portal Nutrição