Aprendendo a ter bons hábitos e educação alimentar Caucaia, Ceará

Aprenda no artigo abaixo como ter bons hábitos e uma educação alimentar saudável. Definitivamente, os alimentos não são apenas nutrientes, energia, sabores e odores. São também fortes representações psicológicas criadas em cada indivíduo.

Edilson Nogueira Pinheiro
3486-6056
Av Dom Luis 1233
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Marcus Vinicius Ponte S Filho
3257-7474
R Joao Lobo Filho 250
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Francisco de Assis A Teixeira
3246-4805
R Carlos Vasconcelos 2530
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Roberto Luiz Ferreira Rios
3227-6637
Av Pontes Vieira 2511
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Glauco Soares de Almeida
(85) 3246-0591
Av. Antônio Sales 990
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Jose Estrela Neto
Av Santos Dumont 1168
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Antonio Agostinho Moura
3224-9820
Rua Pereira Filgueiras 1817
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Roberto Vasconcelos Alves
3272-1123
Av Rui Barbosa 2805
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Hermano Jose Sales Rocha
3246-1133
Av Antonio Sales 990
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Luzinon de Souza Tomaz
3287-6444
Av Bezerra de Menezes 2085
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Aprendendo a ter bons hábitos e educação alimentar

Publicidade Definitivamente, os alimentos não são apenas nutrientes, energia, sabores e odores. São também fortes representações psicológicas criadas em cada indivíduo, a partir do seu relacionamento único e intransferível com aquilo que come.

Essas experiências sensoriais são conduzidas desde o nascimento, por ações e reações frente aos alimentos, e influenciadas constantemente pela forma como eles são oferecidos.

Por isso, cabe aos pais o papel fundamental na formação dos hábitos alimentares, na construção de uma atitude madura da criança em relação aos alimentos.

As reações que o ser humano mantém com a comida extrapolam a sua necessidade de nutrir-se. Embalados pelas sensações e emoções que despertam, os alimentos ora são percebidos como demonstração de amor, ora são vistos como recompensas por êxitos ou, numa atitude inversa, como alívio para fracassos e problemas.

Para a maioria das pessoas, é também um bom motivo para o convívio social.

Um dos aspectos mais controversos na alimentação é o fato de que o alimento, mais do que um elemento de sobrevivência, sempre esteve ligado ao prazer; sempre utilizamos a comida como algo mais que o ar, a água ou outros elementos básicos de subsistência.

O ato de recompensar crianças e adolescentes com alimentos não básicos é universal e tão antigo quanto o homem e muitos desses alimentos são considerados hoje "politicamente incorretos".

Conduzir a alimentação de uma criança com competência não é apenas nutri-la e fazê-la crescer, mas também ajudá-la a criar um sentimento de troca, prazer e convivência, que repercutirá sempre em saúde e estilo de vida.

A relação da criança com os alimentos depende das atitudes dos pais, que podem ser negativas ou positivas e, também, das orientações e comportamento durante as refeições. As crianças copiam os modelos alimentares dos pais e de pessoas que admiram. Se a família tem bons hábitos, a criança incorpora com o passar do tempo.

Feliz a criança que tenha aprendido a se alimentar bem como aprendeu a andar, naturalmente, sendo impulsionada pelo instinto, sob orientação de adultos esclarecidos e mirando-se em pessoas que demonstram possuir bons hábitos alimentares.

Fonte: Equipe Portal Nutrição

Clique aqui para ler este artigo na Portal Nutrição