Avaliando o Hilux SW4 versão a gasolina Rio Branco, Acre

Avalie o o Toyota Hilux SW4 versão gasolina. Custando R$ 6,7 mil mais barato (ou seria menos caro?) do que a versão a diesel, o SW4 4.0 V6 VVT-i oferece a mesma lista de equipamentos. O propulsor V6 VVT-i do SW4 tem 4.0 litros de cilindrada, 24 válvulas e gera 238 cv de potência a 5.200 rpm, com torque (força) de 38,3 kgf.m a 3.200 giros.

R R Comercio de Veiculos Ltda
(68) 3223-1700
av Getúlio Vargas, 1680, Tr, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
New Car Veículos
(68) 3224-9872
r Mal Deodoro, 990, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Comvel Veículos
(68) 3227-8503
av Ceará, 3201, Abrahão Alab
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Antonio Carlos Moreira da Rocha
(68) 3224-5659
av Nações Unidas, 1104, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Rai & Car Veiculos Ltda
(68) 3026-1817
av Nações Unidas, 554, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Bosco Veículos
(68) 3226-2040
av Ceará, 3131, Abrahão Alab
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
R B Veículos
(68) 3026-5654
r Adalberto Sena, 272, Rio Branco
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
E. M. A. Rocha
(68) 3026-1184
av Nações Unidas, 530, Cs, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Brasil Veículos
(68) 3227-4706
r Isaura Parente, 775 Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Nilcimar da Silva Neves
(68) 3223-8987
av Nações Unidas, 122, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Avaliando o Hilux SW4 versão a gasolina

Fornecido por:

Líder de vendas entre os utilitários esportivos médios com motores a diesel, o Toyota Hilux SW4 acaba de ganhar duas versões a gasolina: a SW4 SR 2.7 VVT-i (com preço inicial de R$ 119.700,00) e a SW4 4.0 V6 VVT-i.(a partir de R$ 156.800,00) .  

 

Custando R$ 6,7 mil mais barato (ou seria menos caro?) do que a versão a diesel, o SW4 4.0 V6 VVT-i oferece a mesma lista de equipamentos. Os principais itens de série presentes no modelo são: airbag duplo frontal, freios ABS, direção hidráulica progressiva, trio elétrico, computador de bordo, ar-condicionado digital com foto sensores, ajuste elétrico do banco do motorista, computador de bordo, CD Changer para seis discos e MP3, retrovisor interno eletrocrômico e controle de velocidade de cruzeiro (vulgo piloto automático).

 

Já a versão SR 2.7 VVT-i é quase R$ 44 mil mais em conta do que a versão a diesel (essa sim é uma diferença que vale a pena ser estudada). Em compensação, ela vem menos equipada. A lista dos itens de série é composta por vidros elétricos com acionamento por um toque, travamento central das portas na chave, retrovisor com ajuste elétrico, duplo airbag, ar-condicionado, CD Player integrado com MP3, entre outros equipamentos. Além disso, a tração é 4x2 (enquanto que na V6 é a mesma 4x4 permanente com reduzida da versão a diesel).

 

Visualmente, as duas versões a gasolina mostram basicamente as mesmas características apresentadas no lançamento do SW4 2009, em outubro do ano passado. A principal alteração estética do SW4 gasolina para a versão a diesel está na dianteira e é a ausência da entrada de ar no capô, uma vez que os motores a gasolina não possuem intercooler. As demais diferenças são percebidas nos detalhes, como a inscrição da motorização nos para-lamas laterais, logo acima das luzes auxiliares indicadoras de direção, e também na grade frontal.

 

MOTORES

 

O propulsor V6 VVT-i do SW4 tem 4.0 litros de cilindrada, 24 válvulas e gera 238 cv de potência a 5.200 rpm, com torque (força) de 38,3 kgf.m a 3.200 giros. O sistema VVT-i do SW4 difere do VVT-i do Corolla por possuir dois coletores de admissão com abertura de válvulas variável -- em vez de um --, o que garante mais torque e potência em todas as faixas de rotações. Acoplada ao motor V6 está a inédita caixa de transmissão automática de cinco velocidades, com Sistema de Inteligência Artificial. Esse mecanismo gerencia o funcionamento da transmissão, selecionando a marcha mais adequada de acordo com o estilo de direção do condutor. A atuação do Sistema de Inteligência Artificial leva em consideração a posição do acelerador, a velocidade do veículo, a rotação do motor e a atuação dos freios e também avalia o percurso por onde o SW4 está trafegando (subidas, retas ou descidas).

Já o motor 2.7 de quatro cilindros e 16 válvulas é dotado de duplo comando com tecnologia VVT-i (comando de abertura de válvulas variável inteligente, que otimiza a potência e o torque em qualquer rotação, gerando economia de combustível e baixa emissão de poluentes) e rende 158 cv de potência a 5.200 rpm, com torque de 24,5 kgf.m a apenas 3.800 giros. Nessa versão, as opções de transmissão para o SW4 são a manual de cinco velocidades e a automática de quatro velocidades com gerenciamento eletrônico ECT (Eletronic Control Transmission).

 

 

Clique aqui para ler este artigo na Autopista.com