Boi verde x Boi ecológico (orgânico) Rio Branco, Acre

Devido ao aparecimento do Mal da Vaca Louca, merecemos esclarecer ao usuário alguns termos que a mídia vem colocando para o público. O que é Boi Verde? E Boi Ecológico? E o Orgânico? Bem, primeiramente devemos agrupar termos. Leia no artigo abaixo.

Federacao da Agricultura e Pecuaria do Estado do Acre
(68) 3224-1035
r Guiomard Santos, 335, Bsq
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Park Fitnnes Academia Ltda
(68) 3224-7238
av Ceará, 395, Cadeia Velha
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Kimbra Nutriçao Esportiva
(68) 9972-8071
r Rio De Janeiro ,1670 Floresta
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Estudo de dança e Academia Arabesque
(68) 9202-7653
r Quintino Bocaiuva,1736, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Roney Mario De Souza
(68) 3223-6924
r Francisco Mangabeira, 315, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Academia Peefformace
(68) 3225-8577
tv Habitasa, 95 Ceramica
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Noronha & Noronha Ltda - Me
(68) 3226-9129
r Deodoro,Mal, 44, Sj 6, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Centro de Lazer Status Ltda
(68) 3227-7070
r Isaura Parente, 2820, Estação Experimental
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Movimento Academia
(68) 3224-4898
r Primavera, 239, Bxa Da Colina
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Personal Trainning Academia
(68) 3227-5765
r Ludislau Ferreira, 1257qd 6 it 13
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Boi verde x Boi ecológico (orgânico)

Devido ao aparecimento do Mal da Vaca Louca (Encefalopatia Espongiforme Bovina - EEB), merecemos esclarecer ao usuário alguns termos que a mídia vem colocando para o público. O que é Boi Verde? E Boi Ecológico? E o Orgânico?

Bem, primeiramente devemos agrupar termos. Boi Ecológico e Boi Orgânico são, conceitualmente e legalmente, os mesmos termos. São bovinos criados no sistema orgânico de produção, isto é, conforme normas das certificadoras cadastradas no Ministério da Agricultura. Nesse sistema, o gado é criado a pasto, preferencialmente no sistema Pastoreio Racional Voisin (PRV).

Nesse manejo, o pasto é dividido em piquetes, pelo qual o gado pasta de maneira rotacionada (em um determinado piquete, por um determinado tempo). Nesse pasto é excluída qualquer aplicação de agrotóxicos e/ou adubos minerais sintéticos de alta solubilidade. O gado não pode receber antibiótico, mas, obviamente, recebe as vacinas legais e obrigatórias. Existe uma grande preocupação com o conforto do animal, procurando ter áreas de sombreamento, bem como acesso facilitado a fontes de água e outros. Suplementos minerais são permitidos, porém, todo complemento alimentar, como concentrados devem ser compostos de produtos orgânicos (existe uma tabela de porcentagem máxima de produtos convencionais no concentrado para cada certificadora). Finalmente, o gado tem de ser abatido com o mínimo sofrimento possível. Importante: todo gado considerado orgânico ou ecológico deve ter um selo de certificação das entidades reconhecidas pelo governo.

Já o Boi Verde é o gado criado pelo manejo convencional. Seja através de pastoreio rotacionado ou como pastoreio extensivo (um único e enorme pasto para todo o gado). Nesse sistema é permitido o uso de antibióticos sintéticos no gado, adubo químico no pasto e agrotóxicos para o controle de pragas e doenças da pastagem. É o sistema mais utilizado no Brasil. Já existem movimentos para a certificação desse sistema. Isso é conseqüência do aparecimento do Mal da Vaca Louca. O produtor rural, obtendo tal certificado estará, teoricamente, inserido no mercado de carne isenta da doença, mas não estará no mercado de carnes ecológicas.

Deste modo, além do Boi Ecológico, ou Orgânico estar inserido, por sua vez no mercado de isentos da doença da vaca louca, estará também inserido no mercado rentável dos orgânicos.

Nota: É proibida a reprodução deste texto em qualquer veículo de comunicação sem a autorização expressa do autor. Só serão permitidas citações do texto desde que acompanhadas com a referência/crédito do autor.

Fonte: Equipe Portal Orgânico - Eng. Agrônomo Ricardo Cerveira

Clique aqui para ler este artigo na Portal Agricultura