Bombeiro Recife, Pernambuco

Bombeiros fazem uma parte importante e essencial do mundo atual, e são indispensáveis para a população geral. Bombeiros são aqueles homens e mulheres que arriscam as vidas, alguns diariamente, para ajudar a apagar incêndios em casas, incêndios em empresas e incêndios na natureza. Um bombeiro pode fazer uma carreira dessa luta contra os incêndios, ou ser um bombeiro voluntário, ou ser um dos muitos especialistas necessários para a área de apagar incêndios. Ser bombeiro pode ser uma carreira lucrativa, mas o salário depende de muitos fatores diferentes.

Marchini Sistema de Segurança
(81) 3061-0117
r João Fragoso Medeiros, 144 Aptº 502 Candeias
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Nucleo de Segurança
(81) 3301-3702
r Jacutinga, s/ Barra de Jangada
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Guardioes Segurança
(81) 3361-4843
av Pres Kennedy, 446 qd D lt 7 Piedade
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Ronda Segurança
(81) 3377-8517
r Novo Acordo, 130 Cajueiro Seco
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
IESG
(81) 8807-3942
r Sto André, 275 Cajueiro Seco
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Multlock Sistemas de Segurança
(81) 3476-1989
av Gal Barreto Menezes, 697 sl Cajueiro Seco
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
BV Vigilancia
(81) 3342-1796
av Ayrton Senna Silva, 797 Piedade
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Arcal
(81) 3476-1746
r Haiti, 88 Cajueiro Seco
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
COLIMPSEG
(81) 8623-0355
av TRÊS - BLOCO 52, s/n APT 304
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Guarda Municipal
(81) 3343-1051
av Ulisses Montarroyos, 580 Piedade
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Bombeiro

No mês passado o Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a Lei nº 11.901/09 que dispõe sobre a profissão de Bombeiro Civil e dá outras providências.

Ao regulamentar a profissão o legislador definiu, em seu artigo 2º, que “Considera-se Bombeiro Civil aquele que, habilitado nos termos desta Lei, exerça, em caráter habitual, função remunerada e exclusiva de prevenção e combate a incêndio, como empregado contratado diretamente por empresas privadas ou públicas, sociedades de economia mista, ou empresas especializadas em prestação de serviços de prevenção e combate a incêndio”.

Evidentemente, o Bombeiro Civil não atua apenas na prevenção e combate a incêndio, mas também, avalia os riscos existentes, inspeciona periodicamente os equipamentos de proteção e equipamentos de combate a incêndio, implementa plano de combate e abandono, interrompem o fornecimento de energia elétrica e gás liquefeito de petróleo quando da ocorrência de sinistro, atua no resgate de pessoas em situação de perigo iminente, emergência médica pré-hospitalar, salvamento aquático, intervenção em acidentes elétricos, hidráulicos e com produtos químicos, prevenção e acompanhamento em determinadas atividades como solda, enfim, atua em diversas atividades relacionadas a prevenção de acidentes.

Atualmente as empresas privadas estão contratando grande número de bombeiros civis para impedir que situações de risco cheguem a ameaçar o local de trabalho e as pessoas que ali circulam, privando pela segurança e atendimento imediato. A necessidade de regulamentação da profissão, bem como, o aumento do contingente desses profissionais levou a sanção da lei acima mencionada, engrandecendo a categoria e garantindo benefícios antes não visualizados pelos brigadistas.

Além de regulamentar a profissão, a Lei nº 11.901/09 classifica as funções exercidas pelos Bombeiros Civis, sendo que, para o exercício da função de Bombeiro Civil Líder, necessário a formação como técnico em prevenção e combate a incêndio, em nível de ensino médio, comandante de guarnição em seu horário de trabalho, bem como, a função de Bombeiro Civil Mestre, necessária a formação em engenharia com especialização em prevenção e combate a incêndio, responsável pelo Departamento de Prevenção e Combate a Incêndio. Lembrando que, em caso de atuação conjunta com o Corpo de Bombeiros Militar a coordenação e a direção das ações caberão, com exclusividade e em qualquer hipótese, à corporação militar.

Ainda, declara a jornada de trabalho de 36 (trinta e seis) horas semanais, em escala de 12 (doze) horas de trabalho por 36 (trinta e seis) horas de descanso. Com efeito, os Bombeiros Civis que atuam em escalas diversas, quando a jornada de trabalho for superior a 36 (trinta e seis) horas semanais, serão beneficiados com o pagamento horas extras, neste aspecto, regulamentada pelas normas da Consolidação das Leis do Trabalho, Convenção ou Acordo Coletivo da Categoria.

Mais alguns benefícios são mencionados no artigo 6º da lei, sendo eles: fornecimento de uniforme especial pela empresa empregadora, contratação de seguro de vida em grupo nos termos do que for estipulado pelo empregador, pagamento do adicional de periculosidade de 30% (trinta por cento) do salário mensal sem os acréscimos resultantes de gratificações, prêmios ou participações nos lucros da empresa e o direito à reciclagem periódica.

Dispõe a respeito das penalidades aplicadas em caso de descumprimento das normas descritas na lei, sendo passíveis de sofrer advertências, proibição temporária de funcionamento e cancelamento da autorização e registro para funcionar. Concede aos empregadores a possibilidade de firmar convênios com os Corpos de Bombeiros Militares dos Estados, dos Territórios e do Distrito Federal, para assistência técnica a seus profissionais.

Evidentemente a contratação de seguro de vida, a redução da jornada de trabalho e a obrigatoriedade do pagamento do adicional de periculosidade onerarão as empresas empregadoras, mas temos que a função exercida bravamente pelos Bombeiros Profissionais Civis promove a segurança, não somente da empresa como patrimônio, mas dos funcionários e demais pessoas que em suas dependências circulam prevenindo incêndio e desastres, atuando no combate e minimização dos seus efeitos, prestando assistência e primeiros socorros, colaborando diretamente com o departamento de segurança do trabalho.

IGNEZ SILVEIRA FECCHIO

Advogada formada pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, com larga experiência nas áreas de Direito Autoral, Trabalhista, Consumidor, Cível, Empresarial, Tributária e Família. E-mail:ignez@aasp.org.br , Site:www.ignezfecchio.com.br

Clique aqui para ler este artigo na Artigonal.Com