Cérebro processa realidade e ficção literária de forma parecida Brasília, DF

Estudo constatou que a leitura ativa as mesmas regiões do cérebro estimuladas pela ação real. "Quando lemos um livro simulamos mentalmente as situações no decorrer da leitura, baseados no que já vivenciamos", destaca o autor. Confira os detalhes da pesquisa.

Papelaria Soares
(61) 3233-4233
sof Sul. Qd-13, CJ-B, Lt. 09 / 13, s/n, Zona Industrial
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Arco-Íris Papelaria Comércio e Representação
(61) 3244-0339
CLS 409 Bl A, s/n lj 16
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Livraria Saraiva
(61) 3326-1157
r SDN Lote Único, s/n, Sn Lj 2083, Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Papelaria ABC Comércio e Indústria Ltda
(61) 2103-1517
qd SIG Quadra 2, s/n, Lot 668, Zona Indl
Brasília, DF

Dados Divulgados por
A Papelaria Glória
(61) 3272-0359
scrn 710/711 Bl G Lj 55, Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Polarte Papelaria
(61) 3328-2567
srtvn, Qd 702 Lj 32 Radio Center, Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Elite Comércio e Serviços Ltda
(61) 3326-0275
shc-Norte, s/n, Sn, Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
A Papelaria Glória
(61) 3272-0359
Scrn 710/711, s/n bl G lj 55, Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
ARJ Papelaria e Livraria
(61) 3224-9811
scs Qd 1 Bl E, s/n lj 3, Asa Sul
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Adair Mourão Da Silva
(61) 3347-1171
Scln 303, 411 Bl E Lj 19 - Te, Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Cérebro processa realidade e ficção literária de forma parecida

Fornecido por:

Um estudo norte-americano identificou que o cérebro processa histórias da literatura de forma semelhante ao modo como armazena acontecimentos reais. Segundo o estudo, quando lemos um livro   simulamos mentalmente as situações no decorrer da leitura baseados no que já vivenciamos. Por esse motivo, há a impressão de que estamos "dentro" da obra.

Baseado em estudos anteriores sobre o assunto, os pesquisadores da Universidade de Washington (EUA), decidiram monitorar as ações do cérebro durante a leitura de histórias buscando um ângulo diferenciado dessa vez. Um deles associou palavras à regiões específicas do cérebro. A leitura da palavra "andar", por exemplo, ativa a mesma região do cérebro que o movimento real de andar.

Os testes foram feitos com os participantes do estudo, ao todo 28, que fizeram leituras de quatro histórias simples retiradas do livro "One Boy s Day", livro desenvolvido por psicólogos especialmente para estudos relacionados ...

Clique aqui para ler este artigo na Minha Vida