Cérebro processa realidade e ficção literária de forma parecida Manaus, Amazonas

Estudo constatou que a leitura ativa as mesmas regiões do cérebro estimuladas pela ação real. "Quando lemos um livro simulamos mentalmente as situações no decorrer da leitura, baseados no que já vivenciamos", destaca o autor. Confira os detalhes da pesquisa.

A C N dos Santos
(92) 3237-2183
av Tefé, 76, A, Raiz
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Copy Comércio de Artigos de Papelaria Ltda Me
(92) 3234-7103
r Leonardo Malcher, 1999, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Livraria Saraiva
(92) 3236-9200
r Mário Ypiranga Monteiro, 1300, Tancredo Neves
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
J M da C Costa Papelaria
(92) 3232-5570
r Ferreira Pena, 394, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Andre de Paula Souza Benfica
(92) 3611-0861
av André Araújo, 19, Aleixo
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Depex Distribuidora Comercial e Importadora Ltda
(92) 3622-4045
av Djalma Batista, 539, N S das Graças
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
C D F de Alencar - Me
(92) 3664-7222
r Parintins, 96, Cachoeirinha
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Bandeira e Guimarães Ltda - Epp
(92) 3622-1690
av Floriano Peixoto, 259, Lj 3 C Comercial Capibaribe, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Importadora Magic Paper Ltda.
(92) 3629-7498
av Djalma Batista, 482, Lj 109, Chapada
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Bastos & Taveira Ltda - Epp
(92) 3671-0343
etr Jorge,S, 381, Lj 2, São Jorge
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Cérebro processa realidade e ficção literária de forma parecida

Fornecido por:

Um estudo norte-americano identificou que o cérebro processa histórias da literatura de forma semelhante ao modo como armazena acontecimentos reais. Segundo o estudo, quando lemos um livro   simulamos mentalmente as situações no decorrer da leitura baseados no que já vivenciamos. Por esse motivo, há a impressão de que estamos "dentro" da obra.

Baseado em estudos anteriores sobre o assunto, os pesquisadores da Universidade de Washington (EUA), decidiram monitorar as ações do cérebro durante a leitura de histórias buscando um ângulo diferenciado dessa vez. Um deles associou palavras à regiões específicas do cérebro. A leitura da palavra "andar", por exemplo, ativa a mesma região do cérebro que o movimento real de andar.

Os testes foram feitos com os participantes do estudo, ao todo 28, que fizeram leituras de quatro histórias simples retiradas do livro "One Boy s Day", livro desenvolvido por psicólogos especialmente para estudos relacionados ...

Clique aqui para ler este artigo na Minha Vida