Cérebro processa realidade e ficção literária de forma parecida Rio Branco, Acre

Estudo constatou que a leitura ativa as mesmas regiões do cérebro estimuladas pela ação real. "Quando lemos um livro simulamos mentalmente as situações no decorrer da leitura, baseados no que já vivenciamos", destaca o autor. Confira os detalhes da pesquisa.

Erica Drago Paiva - Me
(68) 3028-2774
av Getúlio Vargas, 1220, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
F. A. da Silva Morais
(68) 3226-1643
av Nações Unidas, 3001, Estação Experimental
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Arnaldo Comércio e Representações
(68) 3026-1087
r Rui Barbosa, 380, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Papelaria Aquarela Ltda - Me
(68) 3227-1582
r Alexandrino,Cel, 728, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
F. H. da Silva
(68) 3242-1980
r Rubens Carneiro, 575, Abrahão Alab
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
O. X. Muniz & Cia Ltda - Me
(68) 3223-0468
av Nações Unidas, 1585, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Armarinho e Papelaria America Ltda Me
(68) 3223-9004
r Alvorada, 157, Lj 1, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
R. Cota Paiva - Me.
(68) 3028-2773
av Epaminondas Jacome, 614, Base
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
F. M. Rocha -me
(68) 3227-6673
av Nações Unidas, 2745, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Jose Kleider Marques de Albuquerque Me
(68) 3226-6333
av Nações Unidas, 107, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Cérebro processa realidade e ficção literária de forma parecida

Fornecido por:

Um estudo norte-americano identificou que o cérebro processa histórias da literatura de forma semelhante ao modo como armazena acontecimentos reais. Segundo o estudo, quando lemos um livro   simulamos mentalmente as situações no decorrer da leitura baseados no que já vivenciamos. Por esse motivo, há a impressão de que estamos "dentro" da obra.

Baseado em estudos anteriores sobre o assunto, os pesquisadores da Universidade de Washington (EUA), decidiram monitorar as ações do cérebro durante a leitura de histórias buscando um ângulo diferenciado dessa vez. Um deles associou palavras à regiões específicas do cérebro. A leitura da palavra "andar", por exemplo, ativa a mesma região do cérebro que o movimento real de andar.

Os testes foram feitos com os participantes do estudo, ao todo 28, que fizeram leituras de quatro histórias simples retiradas do livro "One Boy s Day", livro desenvolvido por psicólogos especialmente para estudos relacionados ...

Clique aqui para ler este artigo na Minha Vida