Combate aos fungos com calda viçosa Brasília, DF

Tratamento preventivo contra doenças fúngicas e nutriente foliar. A Calda Viçosa é uma variação da Calda Bordalesa, sendo na verdade uma mistura da Calda Bordalesa com micronutrientes. O artigo abaixo ensina como preparar e quais sao as plantas que podem ser utilizados.

Academia Wanja Motta
(61) 3487-5838
Sobradinho
Brasília, DF
 
SPAÇO UNO PILATES
(61) 3322-9411
SRTVS Q 701 BL O MULTIEMPRESARIAL SALA 101/102
BRASILIA, DF
 
PERSONAL TRAINER PROF.CARAMELLO - DF - BSB - BRASILIA
(61) 9627-9668
SHCES 707 BL.E AP/301 -
BRASILIA, DF
 
CARAMELLO PERSONAL TRAINER DF BSB
(61) 9627-9668
SHCES QUADRA 707 BLOCO E AP/301
BRASILIA, DF
 
Rui Costa
(61) 581-7863
r Eqnn, 2, bl b lj 3
Brasília, DF
 
Hei Long
(61) 9255-1259
Lago sul
Brasília, DF
 
CORPO EM FORMA NUTRIÇÃO ESPORTIVA
(61) 3967-9374
CNB 06 LOTE 13 LOJA 02
BRASILIA, DF
 
Programa Fit Mama - Exercícios na gestação
(61) 9306-1963
911 norte
Brasilia, DF
 
CARAMELLO PERSONAL TRAINER DF
(61) 9627-9668
SHCES QUADRA 707 BLOCO E AP/301
BRASILIA, DF
 
Ernesto Palácio
(61) 585-3601
r Eqnp, 13, bl f lj 1
Brasília, DF
 

Combate aos fungos com calda viçosa

Tratamento preventivo contra doenças fúngicas e nutriente foliar. A Calda Viçosa é uma variação da Calda Bordalesa, sendo na verdade uma mistura da Calda Bordalesa com micronutrientes, dando excelentes resultados por favorecer os mecanismos de defesa da planta.

Foi desenvolvida a partir da calda bordalesa pela Universidade Federal de Viçosa. É recomendada para controle de diversas doenças: antracnose em cucurbitáceas; cercosporiose em beterraba e cafeeiro; mancha de alternária e requeima em tomateiro; míldios e manchas foliares em abobrinha, alface, alho, cebola, chicória, couve, cucurbitáceas e podridão de esclerotinia em alface e chicória. Em culturas perenes, também exerce controle satisfatório de doenças de origem fúngica que ocorrem na parte aérea das plantas e por ser complementada com sais minerais (cobre, zinco, magnésio e boro) também funciona como adubo foliar.

Ingredientes para preparar 100 litros de calda

500 g de cal virgem
200 g de ácido bórico
500 g de sulfato de cobre
800 g de sulfato de magnésio
200 g de sulfato de zinco
400 g de uréia∗
∗para uso em agricultura orgânica não é permitido o uso da uréia

Modo de preparo

Para a preparação de 100 litros da calda é necessário dissolver 500 g de cal virgem em 50 litros de água ; Em outro recipiente são dissolvidos: 200 g de ácido bórico, 500 g de sulfato de cobre, 800 g de sulfato de magnésio, 200 g de sulfato de zinco e 400 g de uréia em outros 50 litros de água. A seguir, num terceiro recipiente, adiciona-se esta mistura dos sais, sob forte agitação, à água de cal previamente preparada. Não é necessário diluir.

Recomendações de uso

Hortaliças - tratamento preventivo, através de pulverizações foliares quinzenais.

Culturas perenes - realizar pulverizações foliares quinzenais após as manifestações dos sintomas das doenças.

Observação: Devem ser tomados os mesmos cuidados indicados para as caldas bordalesa e sulfocálcica.

Fonte: Emater/RS - Cartilha CREA-RJ

Clique aqui para ler este artigo na Portal Agricultura