Combate aos fungos com calda viçosa Fortaleza, Ceará

Tratamento preventivo contra doenças fúngicas e nutriente foliar. A Calda Viçosa é uma variação da Calda Bordalesa, sendo na verdade uma mistura da Calda Bordalesa com micronutrientes. O artigo abaixo ensina como preparar e quais sao as plantas que podem ser utilizados.

Edilson M Nobrega
(85) 223-9954
r Odete Pacheco, 161, Monte Castelo
Fortaleza, Ceará
 
Elaine FR Melo
(85) 253-7499
r Pedro Borges, 75, Centro
Fortaleza, Ceará
 
Jumbo Pão de Açúcar
(85) 242-6092
av Abolição, 2900, Meireles
Fortaleza, Ceará
 
Gerusa S Gomes
(85) 476-8089
tv Lisboa, 2081, Tauape
Fortaleza, Ceará
 
Jumbo Pão de Açúcar
(85) 241-3212
av Washington Soares, 85, Messejana
Fortaleza, Ceará
 
Coml de Alimentos Boa Vista Ltda
(85) 290-1636
r Boa Vista, 769, Henrique Jorge
Fortaleza, Ceará
 
Antônio Ea Melo
(85) 281-3972
r Itapage, 36, Centro
Fortaleza, Ceará
 
Limel Com de Cereais Melo Ltda
(85) 283-3247
r Itapage, 36, Centro
Fortaleza, Ceará
 
Mercadinho Opção
(85) 245-1157
vl Carneiro de Mendonça, 318, Joquei Clube
Fortaleza, Ceará
 
Antônio G Freitas
(85) 236-6090
r Frei Teobaldo, 570, lj 5, Alvaro Weyne
Fortaleza, Ceará
 

Combate aos fungos com calda viçosa

Tratamento preventivo contra doenças fúngicas e nutriente foliar. A Calda Viçosa é uma variação da Calda Bordalesa, sendo na verdade uma mistura da Calda Bordalesa com micronutrientes, dando excelentes resultados por favorecer os mecanismos de defesa da planta.

Foi desenvolvida a partir da calda bordalesa pela Universidade Federal de Viçosa. É recomendada para controle de diversas doenças: antracnose em cucurbitáceas; cercosporiose em beterraba e cafeeiro; mancha de alternária e requeima em tomateiro; míldios e manchas foliares em abobrinha, alface, alho, cebola, chicória, couve, cucurbitáceas e podridão de esclerotinia em alface e chicória. Em culturas perenes, também exerce controle satisfatório de doenças de origem fúngica que ocorrem na parte aérea das plantas e por ser complementada com sais minerais (cobre, zinco, magnésio e boro) também funciona como adubo foliar.

Ingredientes para preparar 100 litros de calda

500 g de cal virgem
200 g de ácido bórico
500 g de sulfato de cobre
800 g de sulfato de magnésio
200 g de sulfato de zinco
400 g de uréia∗
∗para uso em agricultura orgânica não é permitido o uso da uréia

Modo de preparo

Para a preparação de 100 litros da calda é necessário dissolver 500 g de cal virgem em 50 litros de água ; Em outro recipiente são dissolvidos: 200 g de ácido bórico, 500 g de sulfato de cobre, 800 g de sulfato de magnésio, 200 g de sulfato de zinco e 400 g de uréia em outros 50 litros de água. A seguir, num terceiro recipiente, adiciona-se esta mistura dos sais, sob forte agitação, à água de cal previamente preparada. Não é necessário diluir.

Recomendações de uso

Hortaliças - tratamento preventivo, através de pulverizações foliares quinzenais.

Culturas perenes - realizar pulverizações foliares quinzenais após as manifestações dos sintomas das doenças.

Observação: Devem ser tomados os mesmos cuidados indicados para as caldas bordalesa e sulfocálcica.

Fonte: Emater/RS - Cartilha CREA-RJ

Clique aqui para ler este artigo na Portal Agricultura