Comissário de Bordo Salvador, Bahia

Se você está procurando uma nova carreira, então você pode considerar a possibilidade de se tornar um comissário de bordo. Os comissários de bordo servem os passageiros durante os vôos, respondem a perguntas, e acalmam os passageiros nervosos. Se você quiser aprender mais, leia esse artigo e aprenda mais sobre como se tornar um comissário de bordo.

Sindicato dos Condutores Aut de Vei Rod de F de Santana
(75) 3221-4868
r Fernando Ferrari, 598, Brasília
Feira de Santana, Bahia

Dados Divulgados por
Sindicato do Comercio Varejista de Produtos Farmaceuticos da Regiao de Feira de Santana
(75) 3221-5711
av Maria Quitéria, 748, Eucalipto
Feira de Santana, Bahia

Dados Divulgados por
Centro das Industrias de Feira de Santana
(75) 3625-0578
av Maria Quitéria, 1445, Capuchinhos
Feira de Santana, Bahia

Dados Divulgados por
Sind dos Trab Nas Ind de Const Civil de Feira de Santan
(75) 3221-3209
av Senhor dos Passos, 912, An 1, Centro
Feira de Santana, Bahia

Dados Divulgados por
Associacao dos Servidores da Camara Municipal F.santana
(75) 3623-7013
r Rio Branco,Visc, 122, Campo Limpo
Feira de Santana, Bahia

Dados Divulgados por
Sind das Emp de Transp Colet Urbanos de Feira Santana
(75) 3221-2233
r Rio Branco,Br, 1146, Kalilândia
Feira de Santana, Bahia

Dados Divulgados por
Sindicato dos Trab. Nas Emp, Nos Serv. Limpeza Pub Terc Part Feira de Santana e Regiao
(75) 3614-3788
r Vitorino Gouveia, 25, Sl 106, Centro
Feira de Santana, Bahia

Dados Divulgados por
Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria da Bahia
(75) 3221-9838
lgo Francisco,S, 43, Kalilândia
Feira de Santana, Bahia

Dados Divulgados por
Sindicato de Hoteis Rest Bares e S.de Feira de Santana
(75) 3223-7522
r Rio Branco,Br, 1348, Ed Luciana Center, Kalilândia
Feira de Santana, Bahia

Dados Divulgados por
Sindicato Rural de Feira de Santana
(75) 3221-0489
r Hermínio Santos, s/n, An 1, Centro
Feira de Santana, Bahia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Comissário de Bordo

Um comissário de bordo precisa ter a habilidade de fazer múltiplas tarefas simultaneamente

A fim de se tornar um comissário de bordo, a pessoa precisa conseguir manusear bem múltiplas tarefas ao mesmo tempo. Tal habilidade pode ser desafiadora para pessoas que não estão acostumadas a fazer várias coisas ao mesmo tempo. Simultaneamente, você deve fazer cumprir as regras da aeronave, manter a disciplina entre os passageiros, servi-los como um garçom ou garçonete, responder aos chamados, entre outras tarefas. Um comissário é a pessoa que mantém os passageiros de uma aeronave felizes e calmos, os assistindo quando eles precisam de ajudam, e assegurando o conforto e segurança deles.

Assim como uma equipe de restaurante, o comissário de bordo normalmente possui uma sessão da aeronave que lhe é designada. Você pode pedir por ajuda, e você deve também trabalhar bem como o resto da equipe, mas você deve estar apto a lidar com as suas responsabilidades sozinho e sem qualquer supervisão.

Comissários de bordo devem estar aptos a preparar e servir refeições, bebidas e drinques para os passageiros de uma aeronave. Eles devem ser suficientemente fortes fisicamente a fim de ajudar a guardar as bagagens de mão dos passageiros. Além disso, eles devem saber manusear o dinheiro quando estiverem vendendo os fones de ouvido, e os outros serviços de bordo. Outro aspecto necessário é que os comissários de bordo devem ser amigáveis para que assim possam satisfazer o consumidor. Por outro lado, eles devem estar aptos a lidar com o consumidor que venha a se tornar irado, ou descontrolado. Por isso, comissários devem possuir a habilidade de oferecer primeiros socorros em combinação com uma personalidade calma que os permita oferecer seus serviços mesmo sob pressão.

Nível de habilidades requerida de um comissário de bordo

Comissários de bordo possuem um nível alto de habilidade e qualificação. Nos Estados Unidos, todos os comissários de bordo devem ter a cidadania americana, ou devem ser imigrantes legais com uma permissão de trabalho válida. Muitas companhias que oferecem vôos internacionais preferem que os seus comissários de bordo sejam fluentes em pelo menos um outro idioma. Todas essas companhias procuram por candidatos que demonstrem bom julgamento, que sejam confiáveis, que tenham boas habilidades de comunicação, que naturalmente tenham uma preocupação pela situação de outra pessoa, que consigam assumir a responsabilidade a fim de resolver conflitos, e que tenham um senso ético forte. Além disso, as companhias querem pessoas que tenham uma aparência profissional, uma disposição amigável, e uma habilidade para lidar com situações mesmo estando sob pressão. Um comissário de bordo deve também estar bem fisicamente a fim de satisfazer as necessidades da função, tais como levantar e alcançar objetos.

Para se trabalhar em uma companhia aérea, o comissário ou aeromoça deve ter pelo menos dezoito anos de idade, embora algumas requeiram que você seja mais velho. Como parte dos requerimentos mínimos, você deve pelo menos possuir um diploma de segundo grau. Entretanto, muitas companhias requerem que o comissário e a aeromoça tenham um diploma de alguma faculdade especializada em comunicação interpessoal, além de habilidades básicas de matemática e computadores. Em grande parte das companhias, o candidato deve possuir alguma experiência em serviços ao consumidor antes de ingressar em uma carreira de comissário de bordo. Todas as companhias efetuam uma pesquisa dos antecedentes de cada candidato a fim de assegurar que ele não falsificou nenhuma informação. Esse teste também verifica se o candidato tem permissão para entrar nos países para onde a companhia voa (já que alguns países não permitem a entrada de pessoas que tenham uma determinada ficha criminal).

Os benefícios de um comissário de bordo

Um comissário de bordo tem normalmente a permissão de viajar de graça, ou com um grande desconto na companhia em que ele trabalha. A família (esposa e filhos) do profissional também pode receber o mesmo privilégio. Além disso, eles também podem ser permitidos a receber descontos em outras companhias. Entretanto, algumas companhias requerem que o comissário de bordo já esteja empregado por um certo período antes que ele possa desfrutar desse privilégio.

Outros benefícios para um comissário de bordo podem incluir planos de seguro de vida, de saúde e odontológico. Tais benefícios também podem incluir um plano de aposentadoria, folga por motivo de doença, feriados pagos, férias pagas, opção para compra de ações da empresa, e reembolso de mensalidades escolares. Quando estiver trabalhando longe de sua moradia, comissários de bordo recebem uma quantia limitada que é destinada para as refeições, e despesas com o hotel.

Viajem para destinos variados como um comissário de bordo

Para muitas pessoas, um dos maiores atrativos para essa carreira de comissário ou aeromoça é a possibilidade de se viajar para lugares exóticos. Embora você esteja imaginando uma viajem para o Havaí, pulando do avião e correndo em direção a praia, você deve se lembrar que a equipe do avião tem responsabilidades após o pouso do avião – a preparação da aeronave para a próxima viagem, incluído limpeza, armazenagem de materiais e a procura de qualquer item que tenha sido esquecido pelos passageiros.

Uma vez que os comissários estão realmente de folga pelo resto do dia, muitos profissionais descobrem que precisam ir direto para o hotel a fim de descansar para o próximo vôo. Afinal, antes da próxima decolagem, eles novamente precisam ser amigáveis, ter uma atitude positiva com qualquer pessoa e preparar tudo para o vôo.

Existem alguns períodos de espera que são mais longos. Entretanto, muitos comissários, particularmente os mais antigos, podem escolher os vôos mais interessantes, podem ficar no local que escolherem, e assim conseguem aproveitar a cultura local enquanto estão de folga.

Um comissário de bordo pode não ter um período longo de espera

Se você está procurando por um emprego que te deixa passar semanas em lugares exóticos imediatamente, então a profissão de comissário de bordo pode não ser o trabalho certo para você. Um comissário ou aeromoça precisa ser um sênior na profissão para que esteja apto a ter o direito de escolha inicial. As opções menos desejadas o colocarão em vôos domésticos, ou em vôos para lugares não tão desejados ao invés de em vôos para locações tropicais.

Para viagens internacionais, um comissário e aeromoça precisam obrigatoriamente saber fluentemente o idioma do destino. Mesmo que esse requerimento não seja obrigatório, os profissionais que possuem tal habilidade terão a preferência de escolha. Se você só sabe um idioma, se prepare para trabalhar em vôos domésticos.

Mesmo que a sua estada em seu destino preferido não seja longa, se você não tiver que sair de um avião e entrar em outro, você pode então ter algum tempo livre para usufruir o local. Embora muitos aproveitem essa oportunidade para descansar, pode ser que você esteja apto a visitar as atrações locais e experimentar um pouco da cultura nativa. Se você olhar para as suas poucas oportunidades de passeio com uma atitude positiva, você então irá aproveitar os tempos de espera totalmente, mesmo que eles sejam curtos.

Comissários de bordo são requeridos por lei

A segurança empregatícia do comissário de bordo é boa porque eles fornecem um serviço que é vital para a aeronave. A tripulação de um avião não somente serve as refeições e drinques, mas ela também passa por um treinamento longo para que assim consiga lidar com qualquer emergência. Você pode descobrir que precisará de treinamento sobre primeiros socorros, RCP, e procedimentos de emergência que são necessários em uma aeronave.

A lei requer que os comissários de bordo estejam presentes na aeronave em conseqüência das funções de segurança vitais que eles oferecem. Esses profissionais se asseguram que os passageiros no vôo estão seguindo as regras da FAA e as normas gerais de conduta em uma aeronave. Um comissário de bordo deve estar apto a manter a paz dentro da aeronave, além de fazer com que os passageiros permaneçam calmos e tranqüilos em vôos onde ocorrem situações que às vezes podem ser realmente desconfortáveis.

Centros de treinamento para comissários de bordo

Os empregos de comissário de bordo e aeromoça são altamente competitivos. Um candidato precisa completar um programa de treinamento intensivo a fim de se tornar funcionário de uma companhia aérea. Esse treinamento pode durar de três até oito semanas. Tais são feitos em centros de treinamento controlados pela própria empresa aérea ou em alguma outra empresa aérea que tenha uma parceria com a empresa onde você se inscreveu. Você não é pago durante esse treinamento, mas você recebe refeições e acomodações. Você não será considerado um funcionário da empresa aérea até que termine esse treinamento.

Esses centros fornecem o treinamento que você precisará a fim de aprender os procedimentos de emergência de uma aeronave. Você aprenderá como evacuar, como operar os sistemas de emergência, como administrar primeiros socorros, e como sobreviver na água em caso de um pouso sobre tal superfície.

Os alunos desses centros também aprendem como lidar com consumidores irados, seqüestradores e situações envolvendo terroristas. Eles aprendem as normas da companhia e como a companhia opera, além de serem treinados sobre a sua aparência pessoal e como manter um peso corporal adequado a fim de manter o peso proporcional requerido pela maioria das empresas aéreas. Treinamento sobre as leis alfandegárias e regulamentação dos passaportes também é oferecido para esses candidatos.

O treinamento e teste são rigorosos para que assim possam ser certificados pela FAA.

O ambiente de trabalho de um comissário de bordo

As condições de trabalho de um comissário de bordo podem não constituir o ambiente perfeito para todas as pessoas. Se você não lida com a pressão de forma adequada, então outra carreira pode ser mais apropriada. Pressão é aplicada sobre os comissários de bordo a partir do momento em que eles ingressam nos centros de treinamento, com procedimentos, testes, e demonstrações que têm o intuito de peneirar os candidatos que não se comportam adequadamente sob pressão.

Os comissários de bordo podem ser obrigados a mudar de residência para que assim eles morem próximos a base a qual foram designados. Eles precisam estar de plantão por um número mínimo de dias em cada mês por pelo menos um ano, antes que eles possam se inscrever em uma posição regular. Você pode ter que arcar com as despesas do primeiro uniforme e bagagem, antes de receber uniformes novos da empresa – cada companhia tem o seu próprio procedimento com relação a isso. Saiba que você também passará por uma pesquisa rigorosa dos seus antecedentes já que tal é um requerimento federal da FAA.

Na aeronave, o ambiente de trabalho pose ser estressante e desafiador, variando de um vôo para outro. Você deve estar confortável no ambiente fechado da aeronave, e com o relacionamento permanente junto aos passageiros. Esses dois requerimentos serão testados durante o treinamento.

Progressão de um comissário de bordo

Se você tem ambições para a sua carreira de comissário de bordo, então você possui muitas opções de progressão profissional em muitas empresas aéreas. Em conseqüência das qualidades excepcionais que são requeridas de um comissário de bordo, muitas companhias sabem que elas podem confiar em um ex-comissário enquanto ele ou ela evolui em sua carreira empregatícia, seja através de maiores responsabilidades durante o vôo, seja através de uma posição no escritório.

Comissários de bordo começam suas carreiras ficando na reserva por pelo menos um ano. Esses são chamados sem muita antecedência para vôos extras ou para repor algum comissário que esteja doente. Essencialmente, esses iniciantes ficam de plantão até que tenham passado o período inicial de testes. Uma vez que passaram essas fases, o comissário de bordo ou aeromoça tenta conseguir um emprego mensal ou tarefas regulares.

Um comissário de bordo pode se tornar um comissário sênior, ou um comissário supervisor durante a evolução de sua carreira. Desse ponto em diante, esses profissionais podem ingressar na carreira gerencial básica, e depois podem finalmente se tornar um gerente ou vice-presidente de operações internas. Obrigações adicionais podem incluir recrutamento, treinamento, ou uma posição como agente de passagens ou especialista em relações públicas.