Como dominar o stress nos negócios Barbacena, Minas Gerais

O stress,alem de prejudicar sua saude,pode dirigi-lo ao fracasso.Confira algumas dicas para manter-se saudavel,em harmonia com o trabalho,familia,amigos...e principalmente:com voce mesmo!Experimente estas sugestões para manter o seu negócio mais próspero e você conseguir manter o pico para administrá-lo!

BCV Consultoria Ltda
(31) 3222-7751
av Francisco Deslandes, 971 s 6, Cruzeiro
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
AdvanceConsultoria.com
(34) 9106-5485
Rua Tenente Virmondes, 226 - Centro
Uberlândia, Minas Gerais
 
Amaral & Faria Consultores e Auditores
(31) 3482-8256
r Geraldo Menezes Soares, 435 sl 2, Sagrada Família
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Amando Prates e Ivan Duque Assessoria e Consultoria Ltda
(31) 3292-0356
r Ten Brito Melo, 433 sl 804, Barro Preto
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Legal Telecom
(31) 3091-4045
Rua Tupiniquins 14 Iguaçu Ipatinga
Ipatinga, Minas Gerais
 
Limit Consultoria e Assessoria LTDA
(31) 3761-8947
João Cunha 61
Conselheiro Lafaiete, Minas Gerais
 
fundaçao educacional profissionalizante e empresarial
(31) 9132-3951
av. albert scharle n 1139-Paciencia
sabara, Minas Gerais
 
Ápis Consultoria
(34) 9117-9553
Dr. Jaime Ribeiro da Luz,971 CDN - sala 15
Uberlândia, Minas Gerais
 
Mercador Consultores Associados
(31) 3284-3029
r Espírito Santo, 2727 s 709, Lourdes
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Sankhya Gestão de Negócios
(34) 3239-0700
r Nicomedes Alves dos Santos, 745, Altamira
Uberlandia, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Como dominar o stress nos negócios

O alto stress do proprietário é uma causa comum de fracasso das pequenas empresas. Com longas horas, os lotes de estresse e uma aparentemente interminável lista de tarefas, muitos pequenos empresários risco esgotamento físico e mental (chegando até mesmo a síndrome de Burnout).

Você sendo um empresário, provavelmente, equilibra diversas responsabilidades, tais como produção, marketing, vendas, contabilidade, e então, correr para o banco e vive correndo contra o relógio.

Enquanto as múltiplas tarefas são importantes para o seu negócio, pense sempre que você precisa estar em excelentes condições para poder geri-lo de forma eficaz.

Experimente estas sugestões para manter o seu negócio mais próspero e você conseguir manter o pico para administrá-lo:

1. Conheça as suas prioridades: É tão fácil o seu dia ser cheio de afobação, tarefas importantes, telefonemas, e-mails e recados, etc. Essas coisas, que "devem ser feitas", mas, na realidade, elas podem estar impedindo você de avançar o seu negócio, distraindo-o constantemente.

2. Revise o Plano de Negócios: Para identificar o que é realmente importante para você realizar durante os próximos três meses. Desagregue esses projetos e agende-os em sua semana. Trabalhe com as prioridades.

3. Quantidade não é qualidade: A cultura norte-americana pode incentivar as pessoas a tornarem-se "workaholics", como se a quantidade de horas de trabalho que é uma espécie de distintivo de honra, muitas horas de trabalho não significam trabalho bem feito.

4. Saber conciliar trabalho e casa todas as noites: A síndrome de Burnout também pode levar ao isolamento de seus amigos, sua família e de tudo aquilo que você aprecia. Te prejudica o sono e a saúde física e mental. Fique atento!!

5. Definir os horários que você irá trabalhar na empresa: O planejamento de horários irá forçar você a priorizar o seu tempo, delegar tarefas desnecessárias, e ajudá-lo a manter o seu trabalho razoável.

5. Basta dizer "não": Para se manter fiel às suas maiores prioridades e seu tempo, é importante praticar a palavra "não". Infelizmente, muitas pessoas têm dificuldades de dizerem não. Pequenos empresários gostam de se envolver em novos projetos emocionante para ele, seja um órgão de classe, atividade filantrópica, religiosa ou mesmo iniciar uma segunda empresa. Tais compromissos podem te distrair da sua verdadeira missão empresarial. Quem faz muita coisa ao mesmo tempo, dificilmente faz tudo bem feito.

Rever as suas prioridades e aprender a dizer "não" a pessoas que tomam o seu tempo e reduza seus projetos adicionais e futuros ou pedidos que não vão alavancar o seu negócio e missão.

6. Delegar sempre: Um verdadeiro empresário, simplesmente orquestra o trabalho dos outros, gere e lidera os esforços de sua equipe.

Se você for o chefe de uma grande corporação, você deve ocupar seu tempo desenvolvendo novos mercados, criando estratégias, implementando medidas de economizar de custos, e conduzir os seus subordinados. Essas atividades deverão justificar o seu grande salário de CEO.

O mesmo raciocínio se aplica à sua pequena empresa. Pergunte, "O que eu faço agora que eu poderia pagar alguém para fazer por menos?". Para identificar tais tarefas, tente escrever ou reescrever a sua própria descrição de funções como chefe de sua empresa. Em seguida, delegue funções rotineiras, tais como: digitação, compras, visitas e tudo aquilo que não exija a sua presença, o seu melhor tempo deve ser gasto noutro local.

Muitos empresários caem na sua própria auto-importância, fala que não pode se afastar do seu negócio nem por um dia sequer. Acredite ou não, a sua empresa irá sobreviver uma semana ou mais sem você.

No início de cada ano, faça um calendário para o uso do seu tempo que terá livre durante alguns intervalos durante os próximos 12 meses. Não tem que ser um de três semanas ou de férias Européia, considere algumas formas tão eficientes quanto e práticas: uma semana em um lugar relaxante, dois dias em casa fazendo o que você mais gosta sem pensar na empresa, etc.

7. Não procurar desculpas: não encontrar desculpas para não cumprir qualquer tipo de planejamento que tenha feito (seja na vida pessoal ou profissional). Faça um compromisso formal com você mesmo por escrito, para o seu retiro planejado, cumprir promessas que fez a sua família ou pelo menos viagens curtas, mas que te darão prazer.

A quantidade de tempo que um empresário goza de distância do seu negócio é, talvez, a verdadeira medida do sucesso. Se gostar de jogar tênis ou golfe duas ou três vezes por semana, faça-o. Se conseguir um período de um mês de férias com sua família, é um bom sinal de que você criou um negócio que funciona bem sem você.

Tenha como meta, nem que seja em longo prazo para efetivamente trabalhar menos horas por ano. Você vai se surpreender o quanto você pode produzir ao se afastar de sua empresa, você trabalhará as suas prioridades. Isso fará muito bem à você e principalmente ao seu negócio. Acredite!!

Sobre o Autor
•PhD em Administração de Empresas pela Flórida Christian University (EUA)
•PhD em Psicologia Clínica pela Flórida Christian University (EUA)
•Psicanalista e Diretora de Assessoria Geral da Sociedade de Psicanálise Transcendental.
•Mestre em Administração de Empresas pela USP.
•Especialista em Estratégias de Marketing em Turismo e Hotelaria pela USP, MBA em Gestão de Pessoas e Especialista em Informática Gerencial.
•Psicanalista voluntária na Casa de Apoio à Criança Carente com Câncer e na Universidade da Terceira Idade.
•Professora da FGV do Rio de Janeiro e de mais 03 universidades.
•Empresária no ramo moveleiro
•Responsável e Membro do Conselho Editorial da Revista Empresa Familiar.
•Coordenadora do grupo de Excelência de Empresa Familiar do Conselho Regional de Administração de São Paulo - CRA.
•Diretora da DS Consultoria S/S Ltda, especializada em Empresas Familiares.
•Conciliadora, Mediadora e Árbitra Empresarial.
•Membro do Conselho Editorial e responsável pela Revista Empresa Familiar.
•Autora do livro O Perfil do Empreendedor e co-autora do livro Empresa Familiar: Conflitos e Soluções, juntamente com Domingos Ricca, Roberto Gonzalez e José Bernardo Enéas Oliveira.
•Vários artigos publicados na área de Administração, Tecnologia da Informação e Psicanálise em revistas especializadas.

Artigos.com