Como fazer do trabalho uma diversão! Cariacica, Espírito Santo

Muitas pessoas acreditam que a diversão só chega a ser comparada com o trabalho, quando você se dedicou feito maluco a uma profissão ou emprego e depois, de 35 anos, então você começa a se divertir como pode, entre um comprimido e outro de remédio!Mas existem outras formas que não necessitam esperar-se tanto!

Gm Soluções
(27) 3073-9395
Rua Aglae Provesa, 189
Cariacica, Espírito Santo
 
Eletrauto
(27) 3326-5492
Rua Fernando Antônio 6
Cariacica, Espírito Santo
 
Monteiro Eletro
(27) 3216-2828
Rua 15 de Novembro 28
Cariacica, Espírito Santo
 
Ivo M S Nunes
(27) 3355-1307
Rua do Cajú 5
Vitória, Espírito Santo
 
D.r.e. Serviço Jardim da Penha
(27) 3315-3859
Rua Manoel Messias dos Santos 47
Vitória, Espírito Santo
 
Walteir C Pereira
(27) 3343-3129
Rodovia BR-262 km 6,5
Cariacica, Espírito Santo
 
J.m. Eletricista
(27) 3343-0258
Rua Augusto Silva 51
Cariacica, Espírito Santo
 
Antônio M Brito
(27) 3355-2618
Rua Alberto Lucarelli 220
Vitória, Espírito Santo
 
Adilson R Ramos
(27) 3355-2473
Bc do Amor 156
Vitória, Espírito Santo
 
Praquemarido - Unidade Vitória
(27) 3019-9191
Praça Wolghano Netto, 50 lj 3
Vitória, Espírito Santo
 

Como fazer do trabalho uma diversão!

Há algum tempo atrás, fui convidado par participar de um programa de entrevistas em um canal fechado. Até aí sem novidades! Mas o problema começou, quando o entrevistador me perguntou qual era o meu trabalho. Eu respondi de pronto que "não trabalhava", ele se voltou para suas fichas e meio nervoso, insistiu dizendo que com certeza tinha visto o meu perfil profissional, onde dizia que eu tinha uma ocupação regular e repetitiva, mais comumente chamada de "trabalho".

Daí então, eu tive uma grande e única oportunidade de dizer em um bom e suave tom, que eu hoje posso me dar ao luxo de me divertir e não mais trabalhar. Mas seria isso mesmo verdade? Desde os tempos bíblicos, existem fortes mensagens, que atribuem ao trabalho um certo ar meio que de enfado e sacrifício. Mas aí você pode dizer que essa é a mais pura expressão vista nos rostos dos trabalhadores por esse mundo afora.

Pra muita gente, a diversão só chega a ser comparada com o trabalho, quando você se dedicou feito maluco a uma profissão ou emprego e depois, de 35 anos, então você começa a se divertir como pode, entre um comprimido e outro de remédio! Ou então, quando você teve uma sorte danada na tal da vida e derepente, se viu sem saber o que fazer com o dinheiro todo que conquistou (coisa meio rara hoje em dia)! Algumas perguntas ou então dúvidas devem estar pairando sobre a sua cabeça nesse exato instante. Será que o autor está querendo tirar uma com a minha cara e achar que dá mesmo pra se divertir trabalhando nessa era cercada de cibernética por todos os lados?

Então me responda depressa e sem titubear a essas perguntas? Você tem o seu trabalho focado com a sua vida pessoal? Qual é o verdadeiro valor de dinheiro pra você? Suas realizações profissionais te fazem acordar mais cedo no dia seguinte? Você vai trabalhar todos os dias disposto a ser demitido?

Mas que grupo de perguntas mais estranhas! O que elas tem a ver com a tal diversão no trabalho? A partir daqui tudo passa a ser uma questão de ponto de vista. Senão vejamos: se o seu sonho de consumo é a compra de um carro novo importado, ao invés de tirar as férias do seu sonho, é porque você faz do seu trabalho exatamente um instrumento de tortura! No meu caso, o trabalho acabou virando diversão, primeiro porque eu deixei que muita coisa acabasse acontecendo de forma natural e espontânea na minha vida. Comecei com advogado e hoje sou comunicador. Segundo aprendi que a vida tem mais valor, quando não viramos escravos dessa onda consumista perigosa que nos cerca diariamente. Terceiro é porque hoje eu tenho no mínimo cinco atividades profissionais distintas, que no final acabam por pagar as minhas contas e contribuir fortemente pra minha qualidade de vida.

Mas essa história toda não vem junto com um livro de receitas bem comportadas não! Que tal você começar a anarquizar um pouco essa sua vida meio que certinha, ajustada e socialmente correta e descobrir, esse seu lado meio medieval de ser e refletir sobre a vida? O mínimo que você vai fazer é acordar melhor disposto amanhã cedo pra continuar fazendo as mesmas coisas, porém com novas pitadas de emoção!

Sobre o Autor
Formação em Direito e especialização em Marketing pelo CEAD da FGV e Total Quality Management pela ODI nos EUA.  

Possui mais de 15 anos de experiência comprovada como executivo sênior em corporações nacionais e multinacionais no Brasil e exterior. 

Atuou como Examinador do Prêmio Nacional de Qualidade. 

É professor na área de Administração de Empresas, nos cursos de pós-graduação do IPT-USP, FATEC e no MBA da ESAMC. 

Como Radialista e Jornalista, atuou como âncora no jornalismo da Rádio Jovem Pan AM, e comentarista da TV TEM – afiliada da Rede Globo. 

Para contratar suas palestras e treinamentos: (11) 3522.8044

Artigos.com