Como fazer do trabalho uma diversão! Rio Branco, Acre

Muitas pessoas acreditam que a diversão só chega a ser comparada com o trabalho, quando você se dedicou feito maluco a uma profissão ou emprego e depois, de 35 anos, então você começa a se divertir como pode, entre um comprimido e outro de remédio!Mas existem outras formas que não necessitam esperar-se tanto!

Nova Comercial Elétrica
(68) 3223-5053
r Rubens Carneiro, 47, Abrahão Alab
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Raimundo Eletricista
(68) 9998-0692
tv Jose Barbosa, 18 Vila da Amizade
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Sol Engenharia e Serviços De Eletricidades
(68) 3227-1572
r Felicidade, 63 ,c25 Rio Branco
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Kennedy Eletricista
(68) 322-9505
r Pinheiros ,352, Quadra 46,casa19 ,Cj Universitario
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Gloria Cardoso
(68) 3224-4237
tv Capitana,40,Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Ferraz & Moraes Ltda
(68) 3227-8257
av Nações Unidas, 1507, Sl 102, Izaura Parente
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Gr Eletrico
(68) 3026-4943
rod Br 364, 7835 Distrito Industrial
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Chagas Assitencia Eletrica Hidraulica
(68) 3227-9002
tv Raimundo Melo,20 Quadra 04 Conjunto Esperança
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Elienes Eletricista
(68) 9975-6561
r Da Laranja, 867,Mocinha Magalhaes
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
James Eletricista
(68) 9281-1700
r Alvaro Cezar, 220, João Eduardo II
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Como fazer do trabalho uma diversão!

Há algum tempo atrás, fui convidado par participar de um programa de entrevistas em um canal fechado. Até aí sem novidades! Mas o problema começou, quando o entrevistador me perguntou qual era o meu trabalho. Eu respondi de pronto que "não trabalhava", ele se voltou para suas fichas e meio nervoso, insistiu dizendo que com certeza tinha visto o meu perfil profissional, onde dizia que eu tinha uma ocupação regular e repetitiva, mais comumente chamada de "trabalho".

Daí então, eu tive uma grande e única oportunidade de dizer em um bom e suave tom, que eu hoje posso me dar ao luxo de me divertir e não mais trabalhar. Mas seria isso mesmo verdade? Desde os tempos bíblicos, existem fortes mensagens, que atribuem ao trabalho um certo ar meio que de enfado e sacrifício. Mas aí você pode dizer que essa é a mais pura expressão vista nos rostos dos trabalhadores por esse mundo afora.

Pra muita gente, a diversão só chega a ser comparada com o trabalho, quando você se dedicou feito maluco a uma profissão ou emprego e depois, de 35 anos, então você começa a se divertir como pode, entre um comprimido e outro de remédio! Ou então, quando você teve uma sorte danada na tal da vida e derepente, se viu sem saber o que fazer com o dinheiro todo que conquistou (coisa meio rara hoje em dia)! Algumas perguntas ou então dúvidas devem estar pairando sobre a sua cabeça nesse exato instante. Será que o autor está querendo tirar uma com a minha cara e achar que dá mesmo pra se divertir trabalhando nessa era cercada de cibernética por todos os lados?

Então me responda depressa e sem titubear a essas perguntas? Você tem o seu trabalho focado com a sua vida pessoal? Qual é o verdadeiro valor de dinheiro pra você? Suas realizações profissionais te fazem acordar mais cedo no dia seguinte? Você vai trabalhar todos os dias disposto a ser demitido?

Mas que grupo de perguntas mais estranhas! O que elas tem a ver com a tal diversão no trabalho? A partir daqui tudo passa a ser uma questão de ponto de vista. Senão vejamos: se o seu sonho de consumo é a compra de um carro novo importado, ao invés de tirar as férias do seu sonho, é porque você faz do seu trabalho exatamente um instrumento de tortura! No meu caso, o trabalho acabou virando diversão, primeiro porque eu deixei que muita coisa acabasse acontecendo de forma natural e espontânea na minha vida. Comecei com advogado e hoje sou comunicador. Segundo aprendi que a vida tem mais valor, quando não viramos escravos dessa onda consumista perigosa que nos cerca diariamente. Terceiro é porque hoje eu tenho no mínimo cinco atividades profissionais distintas, que no final acabam por pagar as minhas contas e contribuir fortemente pra minha qualidade de vida.

Mas essa história toda não vem junto com um livro de receitas bem comportadas não! Que tal você começar a anarquizar um pouco essa sua vida meio que certinha, ajustada e socialmente correta e descobrir, esse seu lado meio medieval de ser e refletir sobre a vida? O mínimo que você vai fazer é acordar melhor disposto amanhã cedo pra continuar fazendo as mesmas coisas, porém com novas pitadas de emoção!

Sobre o Autor
Formação em Direito e especialização em Marketing pelo CEAD da FGV e Total Quality Management pela ODI nos EUA.  

Possui mais de 15 anos de experiência comprovada como executivo sênior em corporações nacionais e multinacionais no Brasil e exterior. 

Atuou como Examinador do Prêmio Nacional de Qualidade. 

É professor na área de Administração de Empresas, nos cursos de pós-graduação do IPT-USP, FATEC e no MBA da ESAMC. 

Como Radialista e Jornalista, atuou como âncora no jornalismo da Rádio Jovem Pan AM, e comentarista da TV TEM – afiliada da Rede Globo. 

Para contratar suas palestras e treinamentos: (11) 3522.8044

Artigos.com