Como superar a perda do emprego Brasília, DF

No atual mundo globalizado as demissões estão acontecendo a todo momento, muitas das vezes sendo em massa. A perda de emprego gera um desconforto muito grande na vida da pessoa,mas pode ser um impulso para novos horizontes e grandes realizações. Leia mais abaixo.

TCBR - Tecnologia e Consultoria Brasileira S/A
(61) 3347-0088
SCRN-704/705, s/n, Sn Bl H Lj 33, Asa Norte
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Aeronet Informática e Representação Ltda
(61) 3223-7475
SRTVS, 701, Bl O An 4 Sl 413, St Rádio Tv Sul
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
KPMG Auditores Independentes
(61) 2104-2400
qd SBS Quadra 2, s/n, Sn Bl Q Lt 3 An 7 Sl 708, St Bancário Sul
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Dinamize
(61) 3274-1172
CLN 113 Bl C, s/n, Sn Sl 203, Asa Norte
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Mendes Júnior Trading e Engenharia S/A
(61) 3321-2244
SAS, s/n, Qd 5 Bl N Ed OAB An 11 Sl 1101, Asa Sul
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Sebrae Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas
(61) 3348-7100
SEPN-515, s/n, Bl C An 3 Lj 32, Asa Norte
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Adecco Top Services RH S/A
(61) 3272-2454
SCRN 706/707 Bloco E, s/n, Lj 18, Asa Norte
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Birô de Comunicação Marketing e Eventos Ltda
(61) 3964-3363
SCS Quadra 7, s/n, Sn Bl O An 20 Sl 230, Asa Sul
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Accenture do Brasil Ltda
(61) 3039-8620
SHS Quadra 6, s/n, Bl E Sl 817, Asa Sul
Brasilia, DF

Dados Divulgados por
Humanizar: Consltoria & Projetos
61 3274 27 55 9832 25 37
STN - Ed. Montreal - I - Sala 106
Brasília, DF
 
Dados Divulgados por

Como superar a perda do emprego

Vivemos em um mundo onde as demissões em massa estão tornando-se rotina. Em um mundo cada vez mais globalizado, estamos vendo constantemente fusões de empresas, aquisições de outras, fechamentos e perda de mercados, e também surgimento de novas empresas e possibilidades.

Está comprovado que a demissão é um dos momentos mais difíceis na vida de um profissional. Ele sente esta perda muitas vezes como se fosse a de uma pessoa querida da família, e costumeiramente entra até em depressão, sente-se desprestigiado, incompetente, acha que foi passado para traz, enfim, todos os sentimentos negativos que envolvem a situação.

Bem, uma coisa é certa, não dá para ficar chorando pelos cantos o leite derramado. Claro que não vamos ser insanos e dizer que não causa dor, lógico que sim, mas não posso ficar a vida inteira nesta situação. Como sempre, é somente eu que decido o que quero fazer com o que estou passando, se vou encarar como uma derrota ou se vou pensar que pode ser uma grande oportunidade.

Devemos entender primeiramente o que acontece com a maioria dos demitidos logo após a noticia. Segundo consultorias especializadas da área, enfrentamos algumas fases que vão, do momento fatal, até a superação. São elas:

- Primeira, vem o sentimento de inconformidade e injustiça;

- Segunda, a pessoa começa a sentir raiva pela empresa e o chefe;

- Terceira, a insegurança, o medo, o que acontecerá daqui para frente;

- Quarta, vem a fase da reavaliação da vida e da carreira e tomar atitudes;

- Quinta, começa a percepção que pode haver boas possibilidades e oportunidades em outros locais;

- Sexta, já com a motivação e auto-estima em alta, começa a perceber que existe chances de sucesso.

Agora com a auto-estima elevada e acreditando nas potencialidades, o mundo que antes era sombrio e sem chances, começa a se tornar ensolarado e com mais possibilidades. Afinal você vai ser um protagonista ou um coadjuvante deste momento?

Perceba que agora você começa estar em vantagem sobre as demais pessoas, pois, não está mais preso a rotinas diárias, que antes o deixavam muito focado no que estava desenvolvendo e não enxergava o que passava ao seu redor. Portanto mãos a obra:

- Já que você está mais aberto, analise e procure ver de fora o que ninguém está vendo, ou seja, as oportunidades que estão surgindo;

- Apareça, não se esconda, traga novas idéias e apresente para as pessoas. É o momento de usar sua criatividade, daqui a pouco alguém pode gostar;

- Prepare-se, não pare de estudar, diminua seus gastos em outras coisas, mas não deixe de investir em você;

- Identifique os seus pontos fracos e fortes, quais são os seus diferenciais e suas habilidades;

- Venda-se, você é o produto. Faça de você a melhor embalagem a mais bonita e atrativa para o mercado. Coloque-se na posição do cliente, o que ele está buscando;

- Procure pelas pessoas que você tem contato. Aproximadamente 70% das recolocações são feitas por indicação;

- Tenha persistência, não desista nos obstáculos que vão se apresentar;

- Não desperdice seu tempo, trabalhe duro, talvez mais do que antes, até conseguir seu objetivo;

- Analise todas as possibilidades, quem sabe não é hora de tocar um negócio seu. Perceba qual é o seu perfil;

- Não fique só, não deixe a tristeza abater seus sentimentos. Chame seus amigos, converse, sorria, divirta-se.

Enfim, lembre-se sempre que nascemos para vencer, está escrito que todo
ser humano veio para este mundo para realizar-se e está nas suas mãos fazer o melhor possível para que isto ocorra. Vá em busca do seu sucesso, mas não esqueça de se perguntar: O que é sucesso para você!

07/01/09 | Artigos, Empregabilidade | Site do Autor