Como surgiu a Filosofia Varginha, Minas Gerais

Segundo a Wikipédia, Filosofia (do grego philos - amor, amizade + sophia - sabedoria) modernamente é uma disciplina, ou uma área de estudos, que envolve a investigação, análise, discussão, formação e reflexão de idéias (ou visões de mundo) em uma situação geral, abstrata ou fundamental. Originou-se da inquietação gerada pela curiosidade humana em compreender e questionar os valores e as interpretações comumente aceitas sobre a sua própria realidade.

Centro de Formacao de Condutores Mendes Ltda
(34) 3087-3217
av João Pinheiro, 1022, Centro
Uberlandia, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Auto Escola Alice Ltda
(34) 3234-8374
r Cruzeiro dos Peixotos, 432, Aparecida
Uberlandia, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Auto Escola Carneiro Ltda
(31) 3467-5575
r Formosa, 53, Horto
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Activa Centro de Formação de Condutores
(31) 3284-0106
av NS Carmo, 665, Sion
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Focus Escola Tecnica Em Radiologia e Imaginologia Ltda
(31) 3395-5184
av José Faria da Rocha, 6104, Lj 2, Eldorado
Contagem, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Centro Educacional Ursinho Puf
(32) 9936-6101
Rua Professor Ribeiro Campos n°183 Fábricas
São João Del Rei, Minas Gerais
 
Auto Escola Classic
(31) 3344-3001
r Conde Linhares, 674, Cidade Jardim
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Centro de Formacao de Condutores Spafe Ltda
(34) 3223-2577
av Segismundo Pereira, 1549, Lj 3, Sta Mônica
Uberlandia, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Fatec -Grupo Uninter
(35) 3721-9979
Rua Santa Catarina 717 - 2o andar
Poços de Caldas, Minas Gerais
 
American Interchange Ltda
(31) 3395-2487
r Jatobás, 601, Eldorado
Contagem, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Como surgiu a Filosofia

Segundo a Wikipédia, Filosofia (do grego philos - amor, amizade + sophia - sabedoria) modernamente é uma disciplina, ou uma área de estudos, que envolve a investigação, análise, discussão, formação e reflexão de idéias (ou visões de mundo) em uma situação geral, abstrata ou fundamental.

Originou-se da inquietação gerada pela curiosidade humana em compreender e questionar os valores e as interpretações comumente aceitas sobre a sua própria realidade.

As interpretações comumente aceitas pelo homem constituem inicialmente o embasamento de todo o conhecimento.

Estas interpretações foram adquiridas, enriquecidas e repassadas de geração em geração.

Ocorreram inicialmente através da observação dos fenômenos naturais e sofreram influência das relações humanas estabelecidas até a formação da sociedade, isto em conformidade com os padrões de comportamentos éticos ou morais tidos como aceitáveis em determinada época por um determinado grupo ou determinada relação humana.

A partir da Filosofia surge a Ciência, pois o Homem reorganiza as inquietações que assolam o campo das idéias e utiliza-se de experimentos para interagir com a sua própria realidade.

Assim a partir da inquietação, o homem através de instrumentos e procedimentos equaciona o campo das hipóteses e exercita a razão.

São organizados os padrões de pensamentos que formulam as diversas teorias agregadas ao conhecimento humano. Contudo o conhecimento científico por sua própria natureza torna-se suscetível às descobertas de novas ferramentas ou instrumentos que aprimoraram o campo da sua observação e manipulação, o que em última análise, implica tanto na ampliação, quanto no questionamento de tais conhecimentos.

Neste contexto a filosofia surge como "a mãe de todas as ciências".

Podemos resumir que a filosofia consiste no estudo das característica mais gerais e abstratas do mundo e das categorias com que pensamos: Mente (pensar), matéria (o que sensibiliza noções como quente ou frio sobre o realismo), razão(lógica), demostração e verdade.

Pensamento vem da palavra Epistemologia "Epistemo" significa "ter Ciência" "logia" significa Estudo. Didaticamente, a Filosofia divide-se em:






"O diálogo: entre quem e sobre o quê?" é a pergunta em torno da qual girará a nova edição do Dia Mundial da Filosofia, acolhido este ano generosamente pela Turquia.

Mensagem do Diretor Geral da UNESCO

Consolidar os diálogos (políticos, filosóficos, interculturais) e o entendimento mútuo em torno de memórias e valores compartilhados, ambições e projetos comuns, requer, com efeito, um entendimento atualizado das linhas de convergência e divergência, das divisões, dos silêncios, dos mal-entendidos e das situações inextricáveis sempre possíveis.

O principal objetivo desse dia é, portanto, identificar as possibilidades para um diálogo universal, aberto à diversidade dos interlocutores, das correntes e das tradições filosóficas, bem como estabelecer um inventário, observar o mundo e fazer uma re-leitura crítica de nossos conceitos e formas de pensar.

Ao dar a palavra à sociedade civil e aos filósofos, aos historiadores, aos educadores e aos pesquisadores, a UNESCO se propõe a suscitar um amplo debate, aberto à dinâmica das idéias.

Além de ser um fórum de encontro das culturas, o Dia Mundial da Filosofia é, acima de tudo, um exercício coletivo do pensamento livre, racional e informado sobre as grandes problemáticas do nosso tempo.

A UNESCO, por seu lado, tem a satisfação de publicar nesta ocasião um amplo estudo sobre o ensino da filosofia no mundo, entitulado La Philosophie, une école de la liberté - Enseignement de la philosophie et apprentissage du philosopher (A Filosofia, uma escola da liberdade - Ensino da filosofia e da aprendizagem de filosofar), que visa a incorporar a exigência filosófica ao projeto de sociedades do conhecimento.

Faço votos que o maior número possível de Estados Membros respondam presente a este convite e participem na celebração deste Dia, ampliando os debates a todos os atores da Sociedade e em particular aos mais jovens, com a esperança de reconstruir e renovar nossos distintos espaços intelectuais.

Palavras de Koichiro Matsuura, Diretor Geral da UNESCO, neste dia mundial da filosofia.

Sobre o Autor
Alfredo Passos, Professor da ESPM, Partner da Knowledge Management Company, Membro e Voluntário da SCIP, Autor dos livros: “Inteligência Competitiva - Como fazer IC acontecer na sua empresa” e “E a concorrência…não levou!, ambos pela LCTE Editora. Veja mais informações em http://alfredopassos.wordpress.com/

Artigos.com