Agências de emprego Brasília, DF

Foi lançado recentemente o primeiro portal de empregos desenvolvido especificamente para pessoas com necessidades especiais. A Lei 8.213 existe desde 1991, e prevê cotas para portadores de deficiência no mercado de trabalho. Leia mais no artigo abaixo.

Biro Comunicação Marketing e Eventos
(61) 327-3037
r Scn Q, 6, bl a sl 815
Brasília, DF
 
Dele Brindes Com e Repres
(61) 352-3463
r Csb, 7, lot 2 bl b ap 304
Brasília, DF
 
Luiz G Theodoro
(61) 468-7628
r Mln Mi TR, 3, cj 4 cs 35
Brasília, DF
 
Attuale Prod Promocionais
(61) 363-3708
st SAM, 1, lot 1270, Asa Norte
Brasília, DF
 
Vanessa PP Almeida
(61) 362-9170
r Cco Cruzeiro, 20, sl 317
Brasília, DF
 
Mario G Menezes
(61) 327-3388
st Srtvn, 730, Setor De Rádio E Televisão Norte
Brasília, DF
 
Studio Screen Sinalização Visual
(61) 245-5245
r CLS, 116, bl c sl 121, Asa Sul
Brasília, DF
 
Ingrid Rocha Comunicações
(61) 226-0186
r SCS Q, 1, bl f an 10
Brasília, DF
 
Henrique JL Pontes
(61) 322-3508
r Srts Q, 701, sl 526
Brasília, DF
 
Ronaldo F Santoro
(61) 225-0596
r SCS Q, 1, bl g sl 1704
Brasília, DF
 

Agências de emprego

Foi lançado recentemente o primeiro portal de empregos desenvolvido especificamente para pessoas com necessidades especiais.

A Lei 8.213 existe desde 1991, e prevê cotas para portadores de deficiência no mercado de trabalho. Pela lei, as empresas que têm de 100 a 200 funcionários devem reservar, obrigatoriamente, 2% de suas vagas para pessoas com deficiência, que pode ser visual, física ou mental.

O endereço www.selursocial.org.br vai hospedar o Sistema Integrado de Vagas e Currículos para Pessoa com Deficiência, a fim de que as pessoas com necessidades especiais se cadastrem e tenham acesso a vagas de emprego.

“Faz-se necessário a criação de novas oportunidades, pois é preciso socializar o direito de garantir o exercício mínimo que lhes resguarde a cidadania e a dignidade” declara Monica Vargas, tutora de Gestão e Liderança do Portal Educação .

As empresas também poderão consultar o site para contratar pessoas deficientes. O cadastro é feito de forma gratuita.

Fonte: Assessoria de Imprensa - Portal Educação

Clique aqui para ler este artigo na Gestao e Lideranca