Cursos de nutrição Cuiabá, Mato Grosso

Pesquisadores ressaltam as qualidades nutritivas do brócolis. O estudo destaca os efeitos positivos no tratamento da diabetes, nas dietas para emagrecimento e até mesmo na prevenção ao câncer, além de reforçar outras defesas do organismo. Confira todas as constatações acerca desse alimento.

Academia Danc'art
(65) 3322-8069
r Sirio Libanesa 48 B.Popular
Cuiaba, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Academia Corpus
(65) 3322-7707
av General Vale 662 B.Pocao
Cuiaba, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Academia Equilibrio
(65) 3628-1445
av Tancredo Neves 464 B.Jardim Tropical
Cuiaba, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Academia De Dança De Salão Ana Sabóia
(65) 3023-8816
r Floriano Peixoto, 1392 B.Goiabeiras
Cuiaba, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Academia Golfinho Azul
(65) 3623-4008
av São Sebastião, 835 B.Porto
Cuiaba, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Zanca Dojo
(65) 3627-6242
r 38, 895 B. Boa Esperança
Cuiaba, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Academia Bio ritmo
(65) 3663-2764
r 10 34 r 09 Qd 34 B.revanto Dos Pássatos
Cuiaba, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Academia Mergulho Fitness
(65) 3321-9380
av Hist rubens De Mendonça, 865 B.Baú
Cuiaba, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Academia Dancando A Dois
(65) 3634-1316
av Carmindo De Campos 2486 B.Dom Aquino
Cuiaba, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Academia reginástica Ltda
(65) 3621-1930
av Senador Filinto Müller, 1181 B.Quilombo
Cuiaba, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Cursos de nutrição

Brócolis: Um vegetal de causar inveja!


Sua mãe cansou de dizer: comer brócolis faz bem à saúde.


E não faltam estudos científicos para provar que ela tem razão.


Integrante do time de vegetais crucíferos é primo próximo da couve-flor e do repolho, mas com algumas diferenças.


Têm cálcio, vitaminas e fitoquímicos à beça para deixar os parentes verdes de inveja.


Um estudo divulgado em agosto por pesquisadores da Universidade de Warwick, na Inglaterra, sugeriu que o brócolis pode reverter os danos causados pela diabetes nos vasos sangüíneos do coração.


De acordo com os especialistas, um composto do alimento, o sulforafano, seria responsável pela produção de enzimas que protegem os vasos e de moléculas capazes de reduzir danos causados às células pelo excesso de açúcar.


E mais!
Os cientistas descobriram que essa substância ativou uma proteína chamada nrf2, capaz de proteger os tecidos ao produzir enzimas antioxidantes e desintoxicantes. Além disso, também ajuda a controlar a pressão arterial.


Mas outros elementos do vegetal colaboram para essa última função.
"Boa fonte de potássio, brócolis pode contrabalancear os efeitos do excesso de sódio nos indivíduos hipertensos", conta a nutricionista funcional Patrícia Davidson Haiat.


E não pára por aí.
Esse aliado verde-escuro também tem alto teor de fibras, que promovem a redução dos níveis de colesterol, auxilia o processo de digestão dos alimentos e estimulam a sensação de saciedade.


Pouco calórico, é um parceiro e tanto para quem busca uma silhueta mais esbelta - cada 100 gramas têm apenas 25 calorias.


Dá um chega pra lá no câncer
A hortaliça também é rica em vitamina C (ótima para absorver o ferro, fortalecer o sistema imunológico e frear o envelhecimento precoce), poderoso antioxidante e uma das várias armas do alimento para impedir mutações malignas nas células, afastando riscos de infecções e alguns tipos de câncer.


"O brócolis e outros crucíferos contêm substâncias denominadas glicosinolatos, que no corpo transformamse em fitoquímicos como o sulforafano. Eles aumentam a secreção de compostos tóxicos, metabolizados no fígado", explica Patrícia.


Por que isso é importante?
Toxinas não-processadas pelo fígado podem invadir o organismo e interferir no DNA das células.


Para completar, ainda promove a excreção de parte do estrogênio, hormônio sexual que, em excesso, também pode levar a proliferação de células cancerosas.


"Por essa razão, o brócolis pode evitar o câncer de mama e próstata, assim como o de intestino, pulmões e rins", avisa a especialista.


Em julho passado, cientistas do Instituto de Pesquisas sobre Alimentos de Norwich, na Inglaterra, escreveram um artigo no British Journal of Cancer revelando que comer brócolis provoca modificações na atividade de certos genes associados ao desenvolvimento do câncer de próstata.


O tom verde do alimento também merece destaque.
É cheio de clorofila e de carotenóides, como a luteína e o betacaroteno, aliados contra tumores.
"Podem ajudar a prevenir certas doenças relacionadas ao envelhecimento, neutralizam os radicais livres [causam danos às células saudáveis] e, adicionalmente, minimizam os riscos de catarata, controlam as taxas de colesterol e previnem doenças cardiovasculares", ressalta Fernanda.


OSSOS FIRMES E FORTES


Para cuidar do esqueleto, o brócolis é um dos vegetais mais abastecidos de cálcio.
"Ele também tem doses de magnésio, vitamina A, C e K, além de proteínas que auxiliam a manter a estrutura óssea", lembra Patrícia.


Esse arsenal de nutrientes - somado ainda ao potássio, selênio e às fibras do alimento - faz com que a ingestão de brócolis também deixe a pele mais bonita, os músculos mais fortes e melhore a visão.
Para as gestantes, a hortaliça é especialmente benéfica.
Por ser rica em ácido fólico, ajuda na boa formação do feto.


Que alívio!
Os especialistas agora tentam desvendar se o consumo de brócolis pode ajudar no tratamento da H. pylori, bactéria responsável por até 80% dos casos de gastrites e úlceras - e que pode também provocar câncer gástrico.


"Talvez pelas quantidades de vitamina C, que está envolvida na cicatrização de feridas, o brócolis possa ser aplicado nestas situações", comenta Patrícia.
Na Universidade de Tsukuba, no Japão, pesquisadores investigam se o sulforafano também está envolvido no combate a essa bactéria.


Pele protegida
Até os efeitos dos raios ultravioletas podem ser amenizados com a ingestão do vegetal.
Em artigo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, cientistas da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, revelaram que o extrato das sementes da verdura reduz o avermelhamento da pele e as lesões dérmicas ao aumentar a produção de enzimas capazes de proteger as células da radiação.


O grupo de pesquisadores administrou o extrato a seis pessoas para provar diferentes doses em vários setores da pele expostos a radiação ultravioleta e compararam o estado de pele com regiões não tratadas.
De acordo com os especialistas, em doses mais altas, o extrato reduziu o avermelhamento e a inflamação em uma média de 37%.


Mas não substitua os protetores solares por brócolis!
Ainda faltam estudos conclusivos sobre mais essa vantagem do alimento.


Quanto consumir


A nutricionista Patrícia Davidson recomenda de três a cinco xícaras de chá por semana. E é bom não abusar.


Por conter muito enxofre, o brócolis pode causar desconforto intestinal e aumento da produção de gases.


"Esse efeito é mais evidente em indivíduos com desequilíbrio intestinal", sinaliza Fernanda Scheer.


De acordo com os especialistas, alguns estudos mostram que exagerar nas quantidades de vegetais crucíferos pode prejudicar o funcionamento da glândula tireóide em pessoas com deficiência de iodo.


Para manter todos os nutrientes do alimento, o jeito certo de consumi-lo é cozido no vapor.
"Ao fervê-lo em água perdem-se muitos nutrientes", indica Fernanda.
Tem mais: o tempo de cozimento não deve exceder três minutinhos. Se ultrapassar o prazo, perde-se fibras e glicosinolatos.
Para deixar tudo mais gostoso, inclua o brócolis em cremes, caldos, tortas e massas, ao lado de outros vegetais.
Só não deixe de aproveitar os muitos benefícios dessa folha saborosa.


Fonte: Revista Vida Natural e Equilíbrio

Clique aqui para ler este artigo em Guia da Nutrição