Desenvolvimento do espírito de equipe no trabalho Rio Branco, Acre

A manutenção de um bom ambiente de trabalho cabe a nós,sempre devemos desenvolver o espírito de equipe,evitando a tendência natural do individualismo e do auto-isolamento.

Elienes Eletricista
(68) 9975-6561
r Da Laranja, 867,Mocinha Magalhaes
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Gr Eletrico
(68) 3026-4943
rod Br 364, 7835 Distrito Industrial
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Ferraz & Moraes Ltda
(68) 3227-8257
av Nações Unidas, 1507, Sl 102, Izaura Parente
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Chagas Assitencia Eletrica Hidraulica
(68) 3227-9002
tv Raimundo Melo,20 Quadra 04 Conjunto Esperança
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Nova Comercial Elétrica
(68) 3223-5053
r Rubens Carneiro, 47, Abrahão Alab
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Sol Engenharia e Serviços De Eletricidades
(68) 3227-1572
r Felicidade, 63 ,c25 Rio Branco
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Kennedy Eletricista
(68) 322-9505
r Pinheiros ,352, Quadra 46,casa19 ,Cj Universitario
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Gloria Cardoso
(68) 3224-4237
tv Capitana,40,Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
James Eletricista
(68) 9281-1700
r Alvaro Cezar, 220, João Eduardo II
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Raimundo Eletricista
(68) 9998-0692
tv Jose Barbosa, 18 Vila da Amizade
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Desenvolvimento do espírito de equipe no trabalho

Certa vez, uma menina que fazia aulas de dança comigo não queria participar da formatura. Na mesma época foi convidada para brincar de amigo secreto e recusou. Depois fizemos uma roupa especial para usar no Natal, e mais uma vez ela não participou. Na realidade, ela não queria participar de nada mesmo.

"Ora, que coisa!", pensamos. Foi aí que decidimos perguntar, afinal o clima já estava ficando chato. E ela nos contou que no mês de dezembro perdeu seus pais, já se haviam passado mais de cinco anos, e desde então não fazia nada além de cultivar a dor.

Depois deste episódio sabe o que aconteceu? Todas as meninas do grupo contaram suas histórias. Ao perceber que era uma mais triste que a outra ela mudou sua forma de pensar.

Nas equipes de trabalho o que geralmente acontece é que muitas vezes não estamos sensibilizados para o estado de espírito dos outros e impomos alguma condição: "você tem que fazer parte" ou "você tem que brincar".

É preciso ter cuidado, compreensão e compaixão para com os sentimentos alheios.

Todo mundo gosta de uma boa bagunça, porém cada um tem seu momento.

É preciso compreender e ser compreendido.

Por mais dolorosas e traumáticas que sejam as experiências e perdas que sofremos no passado, devemos reagir positivamente. Eu escolho. Tenho livre arbítrio e faço opção por estar bem com as pessoas que me amam e estão vivas para também receber meu amor.

Claro que não é fácil, porém ficar alimentando recordações negativas não vai mudar a situação. Afinal, de um jeito ou de outro isso acaba influenciando nossos relacionamentos, principalmente no convívio profissional.

É claro que você também tem sua história e o seu "jeitinho alto-astral" de mudar o humor.

Agora, se eu te contar duas desgraças que ocorreram em minha vida você vai pensar: Nossa! Como ela consegue comemorar o Natal?

Visite o Blog: deboramartins.blogspot.com

Sobre o Autor

Sou jornalista, consultora e palestrante. Especialista no gerenciamento das relações entre empresas e clientes. Escrevo artigos e ministro cursos e palestras sobre atendimento, vendas, motivação e liderança.


Artigos.com