EDUCAÇÃO NO LAR Rio Branco, Acre

Neste artigo analisaremos a responsabilidade dos pais na formação educacional,emocional e moral dos filhos.Aos pais cabe cuidar do crescimento dos filhos, da sua saúde física, psíquica e emocional, do seu desenvolvimento, enfim, de sua felicidade.

R. L. P. dos Santos - Me
(68) 3221-2301
r Deodoro,Mal, 236, 2 An, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
A F Carneiro
(68) 3224-1946
r Bartolomeu Bueno, 163, Cs, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Faculdade da Amazônia Ocidental
(68) 2106-8200
etr Dias Martins, 894, Ch Ipê
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Instituto de Ensino Superior do Acre
(68) 3244-1282
tr Ponta Pora, 100, Capoeira
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
(68) 3223-3678
av Epaminondas Jacome, 1260, Base
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
UFAC
(68) 3901-2571
rdv BR-364, 4000, Km 4, Dis Industrial
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Sociedade Educativa Acreana Ltda
(68) 3026-1717
av Getúlio Vargas, 1268, An 2 Sl 202, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
M. S. Pre-vestibular Ltda
(68) 3224-0726
r Venezuela, 658, Cerâmica
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Faculdade Barão do Rio Branco
(68) 3213-7070
rdv BR-364, 2000, Km 2, Dis Industrial
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
SESI - Serviço Social da Indústria - AC
(68) 3212-4200
av Nações Unidas, 3727, Estação Experimental
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

EDUCAÇÃO NO LAR

De modo geral a família é o primeiro grupo de pessoas com quem a criança tem contato assim que nasce. Sabe-se que o bebê logo apresenta suas preferências, seus gostos e suas diferenças individuais, então ao se integrar na família que já tem os seus hábitos, regras e seu modo próprio de viver, a criança aprenderá a se comportar e a modificar suas preferências, comunicando-se então, com esta família.

Aos pais cabe cuidar do crescimento dos filhos, da sua saúde física, psíquica e emocional, do seu desenvolvimento, enfim, de sua felicidade. Na tarefa de educar seus filhos, os pais percorrem a trajetória que vai da dependência quase total do bebê até a crescente autonomia e futura independência do filho adulto.

A bagagem de aprendizado que vem para a criança logo que ela nasce é elemento extremamente importante para sua vivência e convivência com outras pessoas. A família, então é a primeira escola da criança. Educar é uma tarefa complexa e consiste, sobretudo, na possibilidade dos pais de crescerem junto com seus filhos, respeitando e acompanhando seus caminhos. No entanto, a primeira experiência que temos da arte de educar é o nosso próprio sentimento, nossas intuições e sensibilidades.

A receita de como melhor educar os filhos não existe. Muitas variáveis existem no relacionamento entre pais e filhos que precisam ser consideradas. A idade, o nível de compreensão, o ambiente doméstico, o grau de entendimento entre os pais, são algumas delas. Sem contar o fato de que os filhos não são iguais, uns são tímidos, introvertidos, calados, ou briguentos, zangados, ou ainda alegres e extrovertidos, enfim, filhos diferentes exigem cuidados e formas diferentes de se lidar com eles. As dificuldades de ambos podem até ser iguais, mas enquanto um pede ajuda em tudo o que faz o outro pode se trancar no quarto e não conversar até tudo passar. São diferentes, nem melhores, nem piores, apenas diferentes.

Cabe aos pais encontrar a melhor maneira de se relacionar com cada um, procurando não fazer comparações, tentando conhecer todas as suas particularidades, pois, quanto mais os filhos sentirem o afeto e a segurança passados por seus pais, mais facilmente aceitarão a ajuda deles. É conhecendo os filhos que se reconhece se houve ou não mudanças em seu comportamento, apontando alguma dificuldade ou problema que está ocorrendo.

O mais importante é usar de uma linguagem adequada à idade dos filhos, sendo o mais sincero possível e usando do diálogo, com muito amor, como arma infalível num relacionamento, desse modo abrindo um caminho para o melhor entendimento entre pais e filhos.

Sobre o Autor

Professora, Empresária, Pós-Graduação (Especialista) em Educação Infantil pela UFJF e também Pós Graduada em Mídia e Deficiência pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Mg. Cursando Pós-Graduação em Artes, Educação e Cultura na UFJF. Contato pelo e-mail:soniajf23@yahoo.com.br e pelo e-mail: soniajf23@gmail.com


Artigos.com