Exercícios físicos melhoram os sintomas da fibromialgia Cuiabá, Mato Grosso

Um programa de atividade física adequado contribui na redução dos sintomas da fibromialgia. O professor de educação física Diesi Ventura comenta os benefícios do treinamento. Saiba como melhorar a qualidade de vida dos pacientes portadores dessa doença.

Magno Stefani Cezar
Av. Presidente Marques 437
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Jubert Sanches Cibantos Filho
(65) 3623-4023
Rua General Neves 111
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Maria do Socorro Dra. Cirurgiã Plástica
(65) 3623-8521
r Cmte Costa, 1496 Centro
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dulciyara Lopes, Drª
(65) 3023-9001
Tv Léo Edilberto Griggi, 75 Goiabeiras
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dra Maria do Socorro Cirurgiã Plástico
(65) 3623-8521
r Cmte Costa, 1496 Revivere Centro Sul
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Carlos Alberto A Maranhao
Av 31 - de Marco 889
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Draúzio Antônio Medeiros
(65) 3624-3713
av Isaac Póvoas, 1124
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Henrique S Laboissiere
(65) 3623-2079
av das Flores, 843 s 34 Jardim Cuiabá
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Tiago, José S
(65) 3623-5986
r Cândido Mariano, 990 Quilombo
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
AR Distribuidora de Medicamentos e Produtos Hospitalares Ltda
(65) 3634-3637
av Pedro Pedrossiam,Gov, 388, Campo Velho
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Exercícios físicos melhoram os sintomas da fibromialgia

sábado, 18 de julho de 2009

Um programa de atividade física supervisionado apresenta melhoras na capacidade funcional e na dor

O avanço nas pesquisas científicas em Educação Física e qualificação dos profissionais vem fazendo com que a atividade física entre como terapia e/ou medicina preventiva em muitas doenças, inclusive na fibromialgia. A fibromialgia se caracteriza como uma síndrome crônica, que não se sabe ao certo como ela é causada, predominantemente em mulheres com idade entre 40 e 55 anos. É caracterizada por dor muscular difusa e crônica e pela presença de sítios dolorosos ao toque, que variam entre 11 e 18 pontos de palpação (tender points).

Um estudo realizado por Martin et al (1996) e Richards e Scott (2002) mostra diminuição nos pontos de palpação e aumento na aptidão aeróbica e na flexibilidade das pessoas que praticaram atividade física.

Já outros estudiosos verificaram em sua amostra que exercícios de alongamento muscular podem gerar impacto positivo na fibromialgia, promovendo melhora do sono e rigidez matinal das pacientes avaliadas.

De acordo com o professor de Educação Física e tutor do Portal Educação , Diesi Souza Ventura, “os pacientes que iniciam uma atividade física podem sentir um incômodo nos primeiros meses de exercício. Isso já foi também evidenciado na literatura científica. Então, os pacientes não devem abandonar o treinamento, pois logo que o organismo se adaptar, a sensação de bem-estar será evidenciada; ou seja, os pacientes com fibromialgia submetidos a um programa de atividade física supervisionado apresentarão melhoras na capacidade funcional, na dor e na qualidade de vida”.

Fonte: Assessoria de Imprensa - Portal Educação

Clique aqui para ler este artigo na Portal Esporte