Franquia Barbacena, Minas Gerais

A compra de uma franquia é uma maneira de se ter o seu próprio negócio sem ter que começar do zero, e sem ter que assumir todo o risco sozinho. Você escolhe um segmento no mercado, seja um restaurante, loja de varejo, prestação de serviço ou hotel.

Bambue Design e Fotografia Ltda
(31) 3223-8277
r São João Evangelista, 316, Sao Pedro
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Maria Ophelia Buratti Canonico - Me
(31) 3351-0655
r Tiradentes, 2538, Lj 1, Industrial
Contagem, Minas Gerais

Dados Divulgados por
CREATIVE STUDIO Footgrafias e Artes Digitais
(38) 3216-2427
Rua José Alves Vieira, nº 115 - Bairro Ciro dos Anjos
Montes Claros, Minas Gerais
 
Marcelo Fotografias Ltda Me
(34) 3219-0700
av Segismundo Pereira, 1785, B, Sta Mônica
Uberlandia, Minas Gerais

Dados Divulgados por
RenatOlivas - fotografias
(35) 3621-6542
Rua Silvestre Ferraz, 82, Sala 08
Itajubá, Minas Gerais
 
LUIZ CROSARA FOTOGRAFIAS
(34) 8844-2828
Rua Antônio Corrêia Júnior,156
Uberlândia, Minas Gerais
 
Cristal Video Foto Ltda
(34) 3236-1299
av Floriano Peixoto, 615, Sl 307, Centro
Uberlandia, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Fotografia e Filmagem Cm
(31) 3213-6665
av Amazonas, 135 S 813, Centro
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
RenatOlivas fotografias
(35) 3621-6542
Rua Silvestre Ferraz, 82, Sala 08, Centro
Itajubá, Minas Gerais
 
Domingos Savio Ferreira
(31) 3395-1177
r Flamboyant, 1020, Colonial
Contagem, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Franquia

“O SUCESSO DAS FRANQUIAS NO BRASIL”

Welinton dos Santos é economista e psicopedagogo

As franquias no Brasil continuam crescendo, mesmo a crise econômica internacional, não impediu o desenvolvimento do setor no país. No exterior, o crescimento existe com intensidade menor que a brasileira.

O setor de calçados e acessórios pessoais foi o que mais cresceu com aumento de faturamento da ordem de 44,8% em 2008, existem expectativas positivas para 2009.

  1. Em 2008, mesmo com o abalo do sistema financeiro, o seguimento cresceu 19,5% em faturamento e 15,2% em número de redes comparado com 2007. O único segmento de franquia que amargou uma retração foi o de limpeza e conservação com queda -1,4%. Destaco o aumento também, alimentação 20%, esporte-beleza 25,8%, hotelaria e turismo 11,8%, vestuário 20%, veículos 31,7%, móveis e decorações 7%, educação 3%.

Na cri$e surgem oportunidades reais, mas evitar erros na gestão e montagem de uma empresa também é essencial, fazendo com que o seguimento de franchising passe a ter um atrativo ainda maior de diminuição de riscos operacionais, técnicos e financeiros na gestão de um novo negócio.

A demanda interna aquecida e o acesso das classes C e D ao consumo tem incentivado a manutenção de investimentos do setor.

As projeções da ABF – Associação Brasileira de Franchising é bem otimista para 2009, estimam um crescimento de 13%, considerando o fator crise.

Há a possibilidade de várias lacunas do mercado possam ser ocupadas por franquias, a estabilidade financeira do país, a política econômica e a volta dos créditos, facilitam a busca de novos empreendedores.

Como o Brasil é visto no exterior como uma das mais promissoras rotas de investimento da atualidade, a atenção de redes de franquias internacionais pelo país, tende a aumentar. Segundo a World Franchising Council, o Brasil ocupa a 4ª posição mundial do setor. Fonte:www.worldfranchisecouncil.org/ .

O setor de franquias auxilia a sociedade de várias formas, desde a diminuição dos insucessos provocados no período de vida de criação de um novo empreendimento até a recuperação de auto-estima de executivos bem preparados a voltarem no mercado com sucesso. Podemos dizer que o franchising impulsiona a economia onde ela está inserida com suporte técnico e atividades bem definidas. Geradora de empregos, além de preparar mão-de-obra, serve de base de orientação para um serviço de boa qualidade, com raras exceções.

A responsabilidade do processo de uma franquia cria compromissos para o resto da vida. O sistema é claro, o dono do estilo de negócio é o franqueador e o franqueado adquiriu a idéia e diminui seus riscos de capital.

Analisar de forma correta a franquia e a forma de gestão do negócio compete ao franqueado, portanto ele é que assume a maior parte dos riscos. Mesmo uma franquia pode não ter sucesso se regras e detalhes forem esquecidos.

As taxas de retorno do negócio dependem da agressividade comercial do franqueado e do tipo de franquia escolhida.

Existem linhas de crédito como o BB Franquia (Banco do Brasil) e Franquias da Caixa (Caixa Econômica Federal), os financiamentos variam de R$ 20 mil a R$ 2 milhões, com tempo negociado e taxas que oscilam entre 0,83% a 3,53% ao mês.

Alguns sites interessantes como: clube franquia bacana,http://www.portaldofranchising.com.br/ , explicam sobre esta área de negócios. Existe também a revista Franquia e Negócios, que aborda temas interessantes.

O quintal de maior visibilidade das franquias é geralmente os Shopping Centers e estes com investimentos mantidos para 2009, a tendência de crescimento para mercado de Franchising no Brasil é prevista pela Abrasce – Associação Brasileira de Shopping Centers.

Na busca de investimentos mais seguros, a franquia transforma-se em mais um instrumento de aplicação econômica.

Welinton dos Santos

Economista e psicopedagogo.Participo de Palestras e Conferências Nacionais em Economia.Ministro Palestras e Treinamentos na área de Negócios e RH (dinâmicas).Colunista de vários jornais do Brasil. Participo de entevistas na TV sobre economia. Membro da Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura. Contatos: welinton.economista@gmail.com

Clique aqui para ler este artigo na Artigonal.Com