Gestão do Tempo Brasília, DF

Administrar nosso tempo,aproveitando cada segundo para desenvolvimento pessoal e profissional tornou-se uma necessidade na atualidade.A vida profissional tem sido motivo de muitas preocupações, parece que a cada hora que passa, ficamos desatualizados.

Alencar Instalações
(61) 3245-2104
CRS 513 BL B s 203 en 9
Brasília, DF
 
S.o.s Pague Menos Elétricos e Hidráulicos
(61) 3347-2002
SCLRN 704 BL C lj 20
Brasília, DF
 
Altaide Eletricista
(61) 3274-1603
SCLRN 708 BL C ap 101 en 16
Brasília, DF
 
Francisco Bombeiro Hidráulico Eletricista
(61) 3233-3684
SHCES Q 303 BL C Comércio lj 47
Brasília, DF
 
Marcelo Eletricista
(61) 3355-6395
QN 3 CJ 5 c 22
Brasília, DF
 
Circuitu´s Instalações e Reformas
(61) 9333-2430
CLN 406 BL A lj 8
Brasília, DF
 
Elétrica Hidrowat
(61) 3340-1841
SCLRN 716 BL A lj 21
Brasília, DF
 
Apoio Telecom
(61) 3223-2331
SDS BL Q s 307
Brasília, DF
 
Divino Instalações Elétricas
(61) 9998-1466
QI 8 cj D
Brasília, DF
 
Elétrica e Hidráulica Sadan
(61) 3399-5976
QS 14 c 3 cj 10B
Brasília, DF
 

Gestão do Tempo

O tempo está cada vez mais escasso. As necessidades urgem, as prioridades se acumulam e as metas parecem se multiplicarem.

Para os que almejam sucesso, desenvolvimento e progresso ,é importante ter uma consciência clara de como nosso tempo se torna cada vez mais escasso e nos exige uma gestão e controle sobre nossas atividades.

Os conhecimentos são infinitos; livros, informação e ciência, tudo isto requer tempo. Em todas as áreas da vida, tudo sobre o ser humano e onde este vive, em todas as necessidades vitais, sociais, enfim, o conhecimento é infinito. Se quisermos saber mais sobre a sociedade, devemos ler mais sobre Durkheim, Karl Marx, Comte e outros. Se quisermos conhecer o direito não haverá limites para tanto. Se desejarmos saber mais sobre o homem, devemos estudar mais a antropologia, ou seja, conclui-se que a necessidade é imensurável.

É absurdo quando se ouve: "fulano concluiu os estudos". E às vezes, nem estão se referindo ao Doutorado. A verdade é que não é possível concluir "os estudos". Não é só a pós-graduação, mestrado, doutorado, PHD ou MBA, é simplesmente, infinito, há centenas ou milhares de conhecimentos acadêmicos e científicos que desconhecemos, sem contar as descobertas diárias que, em todo momento, acontecem em algum lugar do mundo.

Outrossim, temos a vida profissional, e esta tem sido motivo de muitas preocupações, parece que a cada hora que passa, ficamos desatualizados. Há um sentimento incutido de uma necessidade incessante de buscar qualificações e competências. O material humano, composto de profissionais que desputam vagas entre si e para serem concorrentes em potencial não podem parar de correr atrás do inatingível. Deve-se conhecer outros idiomas, talvez três seja um bom começo. Necessita-se de um bom conhecimento de informática, se acoplado com rede, internet, TI e sistemas será melhor. É fundamental o conhecimento de etiqueta profissional, comportamento e ainda especializações, se forem no exterior terá um peso maior.

No entanto, a vida do acadêmico, empresário, profissional - liberal ou não - nunca será capaz de proporcionar uma real felicidade se estes não tiverem uma paz interior que na maioria das vezes depende de um afeto e estrutura familiar. Entende-se, que de nada adiantará investir o máximo que puder em qualquer coisa, sem dedicar tempo à família e com esta criar fundamentos sólidos. Os filhos, pais, mulher, marido ou qualquer outro ente, precisam de atenção e afeto, pois no contrário, serão como plantas que não foram regadas e secarão, causando consequências imediatas a diversas áreas da vida, pois o emocional está ligado ao profissional e dependente de como estiver aquele este pode ser duramente comprometido.

Deverá sobrar tempo para o entretenimento. Uma mente será sadia quando for possível rir, brincar, divertir-se, pois a vida não teria sentido, se não houvesse os momentos de prazer. Apesar de tantas necessidades aqui externadas, temos autores que afirmam que a vida é composta destes momentos inesquecíveis e sem preço.

Não nos deteremos em falar, na, não menos importante, necessidade cultural, que por sua vez, também demanda tempo, ou ainda, dos conhecimentos gerais, como tempo disponível para poder ouvir, ler e inteirar-se sobre as notícias do país e do mundo. Antenar-se em política e economia, aliás, são conhecimentos essenciais.

O tempo está cada vez mais escasso, não falamos nem de uma gota do oceano, mas é possível inferir facilmente, as prioridades e necessidades se acumulam. Façamos uma gestão do nosso tempo, aproveitemos ou evitemos o ócio, contemos os segundos e minutos. Se possível for, anotemos as prioridades, metas e projetos em uma agenda, nem a idade parece esperar. Ás vezes parece que tomamos sustos quando perguntam nossa idade. Pensamos: "Já estou com tantos anos".

Mas é curioso, o tempo que se perde com coisas fúteis, passageiras e não saudáveis. É interessante, para não dizer deprimente, as horas que pessoas passam assistindo a programas televisivos sem conteúdo, ou que, se fazem parte do entretenimento, dispõem de um tempo maior do que o devido. Tem-se a impressão de que algumas pessoas tem mais tempo que outras. Na verdade é um engano. Todos temos as mesmas necessidades, no entanto, algumas conseguem gestionar, controlar e se programar. Há espaço para o entretenimento, e melhor será se for um entretenimento saudável. Dos inumeráveis livros, matérias e estudos existentes, escolhe-se substituir por horas assistindo várias pessoas trancadas em uma casa, e a curiosidade de ver como elas se relacionam. Olhando friamente, parece não fazer sentido. Troca-se o investimento intelectual e as urgências por horas de investimento em programas fictícios que, se não exige horas e horas, até poderiam não ser taxados de prejudiciais e alienadores.

Não se pode descuidar do tempo, negligenciar as coisas importantes, desprezar o que realmente importa. Deve-se sim, preocupar-se com o futuro que estamos construindo e o aproveitamento da vida que nos foi confiada.

Lembro daquela frase de Charles Chaplin: "A vida é muito para ser insignificante". Saibamos buscar nossos ideais e realizações gestionando o tempo.

Alguns podem questionar, se é possível prever o futuro. Já ouvi dizer: "A melhor maneira de prever o futuro é construindo-o".

Constrói-se o futuro gestionando o tempo.

Sobre o Autor
Estagiário em Direito, escritor em diversos sites, participante em palestras e apresentações sobre temas diversos.

Artigos.com