Gordura abdominal é rica em células tronco Cuiabá, Mato Grosso

A gordura removida do abdômen e da parte interna da coxa através de lipoaspiração pode ser uma boa fonte de células tronco. Cientistas notaram maior concentração de células tronco na coxa e na parte de baixo do abdômen. Veja mais no artigo abaixo.

Jubert Sanches Cibantos Filho
(65) 3623-4023
Rua General Neves 111
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Carlos Alberto A Maranhao
Av 31 - de Marco 889
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Clínica Magno Cézar
(65) 3623-5122
av Pres Marques, 441 Santa Helena-Quilombo
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Med K Prod e Serv Médico Hospital e Laboratorial
(65) 3626-3997
av José Rodrigues do Prado, 252 Santa Rosa
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
AR Distribuidora de Medicamentos e Produtos Hospitalares Ltda
(65) 3634-3637
av Pedro Pedrossiam,Gov, 388, Campo Velho
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Magno Stefani Cezar
Av. Presidente Marques 437
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Henrique S Laboissiere
(65) 3623-2079
av das Flores, 843 s 34 Jardim Cuiabá
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dulciyara Lopes, Drª
(65) 3023-9001
Tv Léo Edilberto Griggi, 75 Goiabeiras
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Maria do Socorro Dra. Cirurgiã Plástica
(65) 3623-8521
r Cmte Costa, 1496 Centro
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dra Maria do Socorro Cirurgiã Plástico
(65) 3623-8521
r Cmte Costa, 1496 Revivere Centro Sul
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Gordura abdominal é rica em células tronco

A gordura removida do abdômen e da parte interna da coxa através de lipoaspiração pode ser uma boa fonte de células tronco, apresentando maiores concentrações do que em outras partes do corpo, segundo estudo brasileiro publicado na revista científica oficial da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos.

Na pesquisa, 23 mulheres que foram submetidas à lipoaspiração em pelo menos quatro diferentes áreas do corpo (parte anterior do abdômen, parte superior do abdômen, parte interna do joelho, parte interna da coxa, flancos e quadril) tiveram sua gordura isolada e analisada quanto à concentração de células tronco.

E os cientistas notaram maior concentração de células tronco na coxa e na parte de baixo do abdômen. Segundo os autores, a concentração na parte baixa do abdômen era cinco vezes maior do que a da parte de cima.

"Células tronco adultas, derivadas de nossos próprios tecidos, carregam forte promessa de desenvolvimento de terapias clínicas", disse o pesquisador Peter Rubim, da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos. "O potencial de cura e de reparação de lesões e doenças através das células tronco, incluindo condições como câncer de mama e reconstrução, insuficiência cardíaca lesões na coluna diabete e doença de Parkinson são inacreditáveis", completou.

Segundo os cirurgiões plásticos responsáveis pela pesquisa, "o valor das células tronco colhidas através da gordura é o amplo e pronto estoque disponível", que poderá ser usado inclusive em cirurgias plásticas. "O fato de sermos capazes de gerar novos tecidos ou ossos que possam ser usados em muitos dos procedimentos reconstrutivos e cosméticos é fantástico", concluíram.

Clique aqui para ler este artigo no Guia da Plastica