Inverno: estação da cirurgia plástica Cuiabá, Mato Grosso

Com a aproximação do inverno, que chega ao hemisfério sul em 21 de junho, cresce a procura por cirurgias plásticas. É que a temporada de menor radiação solar e temperaturas mais baixas é ideal para quem quer realizar procedimentos em áreas expostas.Saiba mais abaixo.

Magno Stefani Cezar
Av. Presidente Marques 437
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Jubert Sanches Cibantos Filho
(65) 3623-4023
Rua General Neves 111
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Draúzio Antônio Medeiros
(65) 3624-3713
av Isaac Póvoas, 1124
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dra Maria do Socorro Cirurgiã Plástico
(65) 3623-8521
r Cmte Costa, 1496 Revivere Centro Sul
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dulciyara Lopes, Drª
(65) 3023-9001
Tv Léo Edilberto Griggi, 75 Goiabeiras
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Carlos Alberto A Maranhao
Av 31 - de Marco 889
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Maria do Socorro Dra. Cirurgiã Plástica
(65) 3623-8521
r Cmte Costa, 1496 Centro
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Henrique S Laboissiere
(65) 3623-2079
av das Flores, 843 s 34 Jardim Cuiabá
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
AR Distribuidora de Medicamentos e Produtos Hospitalares Ltda
(65) 3634-3637
av Pedro Pedrossiam,Gov, 388, Campo Velho
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Clínica Magno Cézar
(65) 3623-5122
av Pres Marques, 441 Santa Helena-Quilombo
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Inverno: estação da cirurgia plástica

Com a aproximação do inverno, que chega ao hemisfério sul em 21 de junho, cresce a procura por cirurgias plásticas. É que a temporada de menor radiação solar e temperaturas mais baixas é ideal para quem quer realizar procedimentos em áreas expostas. “O fluxo no consultório aumenta cerca de 50% neste período”, informa Dr. Wandler de Pádua, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Além do clima, os candidatos à cirurgia aproveitam também o recesso de julho. “Seguir as orientações para o período pós-cirúrgico é fundamental para o sucesso do procedimento. Com as férias de inverno, os pacientes contam com o tempo necessário para repouso e demais cuidados”, explica o especialista brasiliense.

Número Um - Nos meses de junho e julho, o face lifting é um dos   mais procurados, junto com, a lipoaspiração e implante de silicone. “Trata-se de um procedimento que visa ao rejuvenescimento facial. Ele ameniza flacidez e rugas, conferindo uma aparência mais leve e harmônica sem modificar os traços do paciente”, explica Dr. Wandler. Para quem acredita que a cirurgia é simples, o médico é categórico. “Chamamos o procedimento de ‘a rainha da cirurgia plástica’, porque trata do rosto - área de complexa anatomia, com muitos vasos e nervos. Por essa razão, o médico, além de especialista, necessita ter experiência”, afirma.

Realizada com anestesia local ou geral – dependendo de cada caso, a cirurgia dura em média 4 horas. “São reposicionados os músculos da face e retirados os excessos de pele e de gordura por meio de incisões que contornam a orelha e atingem a nuca”, descreve. O período de internação costuma ser de 24 horas e, em 15 dias, é possível retomar as atividades de rotina.

Os pacientes que realizam o face lifting no inverno estarão prontos para o sol do verão nas férias de fim de ano. “Sem dúvida, o fato de estarem bem longe da exposição solar logo após a cirurgia é um importante benefício, visto que há sempre pequenos hematomas e edemas – que desaparecem em pouco tempo, desde que seguidas as orientações do pós-cirúrgico”, finaliza Dr. Wandler.

Clique aqui para ler este artigo no Guia da Plastica