Inverno favorece cirurgias plásticas Cuiabá, Mato Grosso

O inverno e a melhor epoca para investir em uma cirurgia plastica, pois a recuperacao e bem mais tranquila por causa da temperatura. Com a chegada desta provoca uma corrida desenfreada aos consultórios médicos por homens e mulheres que pretendem corrigir algum defeito ou simplesmente melhorar a aparência. Leia mais no artigo abaixo.

Jubert Sanches Cibantos Filho
(65) 3623-4023
Rua General Neves 111
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Magno Stefani Cezar
Av. Presidente Marques 437
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Med K Prod e Serv Médico Hospital e Laboratorial
(65) 3626-3997
av José Rodrigues do Prado, 252 Santa Rosa
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Maria do Socorro Dra. Cirurgiã Plástica
(65) 3623-8521
r Cmte Costa, 1496 Centro
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
AR Distribuidora de Medicamentos e Produtos Hospitalares Ltda
(65) 3634-3637
av Pedro Pedrossiam,Gov, 388, Campo Velho
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Carlos Alberto A Maranhao
Av 31 - de Marco 889
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Dulciyara Lopes, Drª
(65) 3023-9001
Tv Léo Edilberto Griggi, 75 Goiabeiras
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Draúzio Antônio Medeiros
(65) 3624-3713
av Isaac Póvoas, 1124
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dra Maria do Socorro Cirurgiã Plástico
(65) 3623-8521
r Cmte Costa, 1496 Revivere Centro Sul
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Clínica Magno Cézar
(65) 3623-5122
av Pres Marques, 441 Santa Helena-Quilombo
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Inverno favorece cirurgias plásticas

A chegada do inverno provoca uma corrida desenfreada aos consultórios médicos por homens e mulheres que pretendem corrigir algum defeito ou simplesmente melhorar a aparência. O período compreendido entre os meses de julho e agosto é o mais procurado para quem deseja fazer algum tipo de cirurgia plástica. É o que afirma o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), João de Moraes Prado Neto.

Segundo o médico, os dias frios favorecem o período pós-operatório, uma vez que há redução do inchaço na área operada. O mês de julho também é favorável ao repouso dos pacientes em razão das férias - em muitos casos - e da diminuição do contato com o sol. Em seu consultório, no entanto, o mês de janeiro também costuma registrar altos índices de procura por cirurgias, embora o clima não interfira necessariamente no resultado final. “Desde que o cirurgião tenha competência para fazer (a cirurgia), isso é o mais importante. O fato de fazer em janeiro ou julho altera timidamente a evolução do edema”, observa Prado Neto.

A cabeleireira Janet (preferiu não divulgar o sobrenome), 54 anos, aprovou a intervenção cirúrgica pela qual passou no último dia 26. Ela realizou uma abdominoplastia (plástica de abdome) em razão de excesso de pele e gostou do resultado, após pagar cerca de R$ 7 mil pelo procedimento. “Se soubesse que seria tão bom, teria feito antes”, afirma. Ela, que está afastada do trabalho, ainda sofre com a impossibilidade de realizar certos movimentos, como dirigir, e precisa do auxílio da família para se levantar e deitar. Nada que tire o prazer de ver no espelho uma nova mulher, como ela própria se define atualmente.

No seu caso, uma cirurgia no verão seria prejudicial em razão das duas cintas comprimidas por uma faixa na região operada. “No calor, isso ficaria insuportável, pois só tiro para tomar banho”, explica. Os pontos serão retirados gradativamente. “A mulherada do salão está de queixo caído”, se diverte, sobre o resultado final. “Toda mulher é vaidosa e quer se sentir bem”, conclui.

Confirmando a tendência de que mulheres são as que mais procuram por esse tipo de procedimento - correspondem a 70% dos pacientes operados -, o médico afirma que até 30% das cirurgias que realiza em seu consultório são feitas em homens. “Antigamente era muito raro isso acontecer. Tinha que tirar uma fotografia para mostrar”, brinca. O contingente masculino que opta por cirurgia plástica prefere operações no nariz, pálpebra e lipoaspiração. Em relação às mulheres, os procedimentos estão concentrados em nariz e aumento de mama com silicone.

Como em toda cirurgia, Prado Neto afirma que os riscos são iguais a qualquer outro procedimento cirúrgico. “O paciente não pode receber a promessa de resultados”.

Indagado sobre se qualquer área do corpo humano é passível de cirurgia plástica, ele afirma que a rotina do médico inclui procedimentos como nariz, pálpebra, pescoço e abdome. “Há pacientes que chegam aqui com tornozelo gordo e querem uma lipoaspiração, porém, não dá para fazer isso”.

Clique aqui para ler este artigo no Guia da Plastica