Massagista Terapêutico Porto Alegre, Rio Grande do Sul

A massagem terapêutica é, atualmente, o segmento dos serviços de saúde naturais de maior crescimento nos Estados Unidos. Para fazer face aos seus estilos de vida stressantes e ao peso da faculdade, carreira, vida familiar e vida social, os americanos consultam um massagista terapêutico 600 milhões de vezes por ano, todos os anos.

Clarissa Garcia Soares Leães
(51) 3061-8814
R Faria Santos 142
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Física e Reabilitação

Dados Divulgados por
Antonio Cardoso dos Santos
(51) 3210-1843
Rua Ramiro Barcelos 2350
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Física e Reabilitação

Dados Divulgados por
Fabiana Emi Hoshi
(51) 8129-5659
Buenos Aires 80 - 403
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Física e Reabilitação

Dados Divulgados por
Cesar Paim Cavalcanti
(51) 3325-2121
Cristovao Colombo 3550
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Física e Reabilitação

Dados Divulgados por
Luciana Maneschy da Cunha Coimbra
(51) 9312-7499
Atendimento Domiciliar
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Fisioterapia

Dados Divulgados por
Alexandre Zereu
(51) 3331-8011
Rua Castro Alves 433
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Física e Reabilitação

Dados Divulgados por
Andrea Farias Guimaraes Finco
(51) 3223-2176
Sao Manoel 1864
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Física e Reabilitação

Dados Divulgados por
Maria Veronica da Silva Santos
(51) 3341-2151
R Sport Club Sao Jose 67 - Sl. 301
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Física e Reabilitação

Dados Divulgados por
Edisneida Thomasi
(51) 3337-1308
Rua Felicissimo de Azevedo 1020 301
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Física e Reabilitação

Dados Divulgados por
Anthero Sarmento Ferreira
(51) 3226-3991
Professor Annes Dias 154 - Sl 1101
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Física e Reabilitação

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Massagista Terapêutico

Questões Gerais

A massagem terapêutica é, atualmente, o segmento dos serviços de saúde naturais de maior crescimento nos Estados Unidos. Para fazer face aos seus estilos de vida stressantes e ao peso da faculdade, carreira, vida familiar e vida social, os americanos consultam um massagista terapêutico 600 milhões de vezes por ano, todos os anos. De popularidade crescente e com um impacto enorme no mundo da assistência médica, não é surpresa que a massagem terapêutica seja também uma das carreiras de mais rápido crescimento, com cada vez mais jovens a escolhê-la.

Usando uma técnica de massagem profunda dos músculos, os massagistas terapêuticos tornaram-se um recurso contra todo o tipo de males, desde o stress e ansiedade a problemas de coluna e até mesmo rupturas musculares. Com crescente reconhecimento no meio médico, a massagem terapêutica é cada vez mais recomendada pelos especialistas como parte de um programa de tratamento ou até mesmo de um estilo de vida saudável. As companhias de seguros também reconhecem a importância da massagem, e muitas companhias acrescentaram já a massagem terapêutica e o tratamento quiroprático à sua cobertura.

História da Massagem Terapêutica

Originando cerca de 2700 A.C., a massagem é vista como a mais antiga forma de tratamento médico. Da Grécia e de Roma até ao antigo Oriente Médio chegaram muitas técnicas e variedades de massagem terapêutica que integram hoje a técnica. Os túmulos Egípcios mostram imagens de membros da família real a serem massageados e os médicos tradicionais Indianos empregavam uma variedade de técnicas de massagem, aromaterapia e tratamentos com óleos.

O desenvolvimento talvez mais significativo na massagem terapêutica – pelo menos no que respeita à massagem européia -, veio da Suécia. A massagem Sueca, introduzida no século XIX, se utilizou de técnicas antigas empregadas na China, Índia, Grécia e Roma e combinou-as, criando a primeira técnica complexa de massagem. A partir daí, a massagem espalhou-se pela Europa, vindo a tornar-se a mais-valia na saúde que hoje conhecemos.

Objetivos da Massagem Terapêutica

As pessoas procuram a massagem terapêutica como forma de tratar lesões problemáticas, não só na coluna mas também nas coxas, ombros, pescoço, braços, pernas e até mesmo nos ovários. Existe uma grande variedade de massagistas terapêuticos, com diferentes especialidades, e encontrar o massagista certo pode fazer toda a diferença – entre uma lesão permanente e uma recuperação rápida. A massagem terapêutica também é uma forma de lidar com o stress ou a ansiedade; a massagem dos músculos liberta as emoções negativas e permite que o corpo relaxe, libertando-se do stress, tensão e negatividade. Um bom massagista terapêutico pode ler os músculos de um paciente e determinar onde, o quê e porquê os problemas existem no corpo e na mente.

Tal como numa sinfonia, o corpo humano produz um trabalho bonito se todas as suas partes estão em completo acordo. Este é um dos focos da massagem terapêutica – unificar cada “instrumento” ou função do corpo, trabalhando os nós e falta de tonificação muscular para ajudar o corpo a atingir a harmonia perfeita.

De acordo com a AMTA (Associação Americana de Massagem Terapêutica), ficou provado cientificamente que a massagem terapêutica trata ou cura muitas doenças e problemas musculares, além de melhorar o estado geral do sistema imunitário, baixar a pressão sanguínea, diminuir a dor muscular e das articulações, combater os sintomas de depressão e ressaca, baixar os níveis de stress e ansiedade e reabilitar pacientes com lesões sérias.

Técnicas de Massagem Terapêutica

Os massagistas terapêuticos empregam uma grande variedade de técnicas para tratar diferentes sintomas e condições. Atualmente, existem mais de 100 diferentes técnicas reconhecidas em todo o mundo, cada uma com os seus efeitos e tratamentos. Ao tentar frequentar uma escola de massagem ou tornar-se um massagista terapêutico, é importante que tenha uma compreensão global das várias técnicas existentes e das suas aplicações.

Uma das técnicas de massagem mais poderosas é a profunda: uma massagem intensa que visa desfazer tecido de cicatrizes e libertar tecido reparador. Esta técnica alivia a tensão crônica, ao mesmo tempo que oferece ao corpo maior flexibilidade, melhor postura e uma harmonia natural entre o corpo e a mente. Outra terapia é a ART (Terapia Ativa de Alívio) utilizada mais frequentemente em atletas ou para tratar lesões severas de esporte. O massagista terapêutico usa as suas mãos para localizar a área da lesão, levando os músculos e tendões de volta às suas posições naturais naquela área. Esta terapia é particularmente eficaz quando a lesão ou problema se encontra numa área restrita, localizável e tratável. A terapia La Stone é uma técnica em rápido crescimento no mundo da massagem que utiliza pedras macias, em temperaturas diferentes, para ajustar e libertar a tensão muscular, unificando o corpo e suavizando as ligações entre os músculos. Os massagistas empregam muitas outras técnicas, incluindo a terapia neuromuscular, a massagem Sueca, a massagem Tailandesa, Rolfing, Shiatsu e acupuntura.

Treino de Massagem Terapêutica

Antes de escolherem uma carreira na massagem terapêutica, recomenda-se que os potenciais alunos recebam várias massagens, de forma a ganharem uma compreensão fundamental dos efeitos e técnicas da arte. Também devem acompanhar ou entrevistar alguns massagistas terapêuticos e considerar as exigências emocionais, físicas e psicológicas e as responsabilidades da profissão.

Muitos dos alunos começarão por estudar as questões gerais, ou uma das técnicas mais frequentemente utilizadas, aumentando o seu repertório conforme vão descobrindo qual a especialidade que querem tirar. Aprender as técnicas básicas de massagem é também uma base essencial para todo o tipo de trabalho com o corpo – incluído energias, tratamentos quiropráticos e fisioterapia.

É de extrema importância, após escolher a área de massagem terapêutica, estudar e determinar em qual técnica de massagem você quer focalizar a sua atenção, quer seja a massagem Sueca, a massagem profunda, trabalho de energias, ou uma outra das centenas à sua escolha. Mais de metade dos massagistas que completam o treino desistem no espaço de um ano, porque não estudaram o suficiente ou não se sentem confiantes na aplicação da sua técnica de eleição.

Escolas de Massagem Terapêutica

Após ter uma compreensão elementar do que é a massagem terapêutica, as suas origens, as diferentes áreas de trabalho, as suas técnicas e tratamentos, é tempo de escolher uma escola. Existem centenas de hipóteses – o enorme crescimento da massagem terapêutica nos últimos anos levou ao aparecimento de inúmeras escolas de pensamento e de prática. É importante ter presentes os seus valores e objetivos na área da massagem terapêutica e escolher a escola que melhor se encaixe às suas necessidades particulares.

Ao escolher uma escola, determine as técnicas que ensinam e pesquise-as, para avaliar se são importantes para a área de estudo que escolheu. Também deve decidir se quer ser aluno em tempo integral ou não – nem todas as escolas oferecem ambos os sistemas e esta escolha pode fazer uma enorme diferença na sua experiência. Devido à intensidade da formação, é aconselhável ter calma e dedicar algum tempo à escolha e aperfeiçoamento da sua técnica – os alunos que frequentam a escola em tempo parcial ficam com mais tempo para se assegurarem de que sabem o que estão fazendo.

101massage, um site da internet dedicado a educar tanto os consumidores como potenciais massagistas terapêuticos, oferece uma lista imparcial de escolas de massagem terapêutica, assim como a descrição de várias técnicas. Quando descobrir uma escola que lhe agrade, passe algum tempo no campus – converse com os formadores, entreviste um aluno mais avançado e “sinta” a escola onde poderá iniciar uma carreira que lhe mudará a vida.

Uma Carreira na Massagem Terapêutica

Sendo o segmento dos serviços de saúde naturais de maior crescimento nos Estados Unidos, a massagem terapêutica atrai uma enorme quantidade de pessoas que querem tornar-se massagistas. Apesar de haver milhares de alunos, também existem tantas técnicas de massagem que abundam as variedades de especialização. Os massagistas terapêuticos podem especializar-se em tudo, desde terapia de pedras quentes e frias à terapia desportiva, e a escolha da técnica pode criar oportunidades de trabalho com clientes que querem aquilo que tem para oferecer.

As carreiras na área da massagem podem ser tão exigentes quanto compensadoras. A área é tão complexa que a chave para o sucesso está em encontrar o seu nicho – a sua especialização no mundo do corpo. Contudo, uma vez encontrado esse nicho, os massagistas terapêuticos descobrem trabalho que é, ao mesmo tempo, enriquecedor e compensador.

O rendimento dos massagistas terapêuticos varia muito, dependendo da sua localização, tipo de prática, clientela, área de especialização e experiência. Este rendimento também depende de você ser proprietário ou não do seu próprio espaço: os seus valores/hora podem ser mais altos, mas as despesas também o são.

Outra opção para os massagistas que estão tentando a estabelecer uma clientela é trabalhar em casa ou fazer consultas em domicílio, diminuindo assim as despesas por só precisar de equipamentos e não pagar renda e outras despesas por um espaço de trabalho. Esta pode ser uma opção excelente e uma vez estabelecida uma clientela sólida, as suas opções continuarão a aumentar.

Entrando na Área da Massagem Terapêutica

Estas são algumas opções para os recém formados das escolas de massagem. Uma das possibilidades é trabalhar para uma clínica multi-disciplinar, formando uma equipe com outros técnicos da saúde natural ou holística. Este tipo de opção oferece segurança quanto à clientela, além de reduzir drasticamente os custos de construção ou gestão de uma empresa. Também pode-se optar por trabalhar num lar de idosos ou hospital, onde a massagem terapêutica começa a ser usada mais frequentemente. Esta opção pode ser um desafio, uma vez que os pacientes doentes e/ou idosos, que muitas vezes sofrem daqueles problemas involuntariamente, podem não responder bem às técnicas de massagem. É um pouco mais fácil trabalhar nas clínicas de reabilitação e, aí sim, terá o prazer de ver melhorias diárias significativas nos seus pacientes.