Melhorando a postura corporal Manaus, Amazonas

A postura, mais que uma característica corporal, pode ser uma conseqüência da repetição de comportamentos. A tendência no uso dos grupos musculares tem relação com aspectos comportamentais. Veja mais no artigo abaixo.

João BL Botelho
(92) 234-5609
bc Ribeiro, 520, sl 705, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
Wellington Sampaio
(92) 236-1672
r Acre, 31, bl 31 b ap 3, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
João LP Machado
(92) 232-4559
bc Ribeiro, 620, sl 203, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
Paulo MG Lobo
(92) 633-1764
r Ramos, 89, São José Operário
Manaus, Amazonas
 
Antônio Lg Matos
(92) 236-7505
av C Nery, 2240
Manaus, Amazonas
 
Roberto O Mello
(92) 232-3915
r C Azevedo, 9, sl 206
Manaus, Amazonas
 
Luciana SM Vieira
(92) 233-1878
r Ferreira, 1297
Manaus, Amazonas
 

Melhorando a postura corporal

A postura, mais que uma característica corporal, pode ser uma conseqüência da repetição de comportamentos. De acordo com o método fisioterapêutico GDS, a leitura da postura, dos gestos e das formas do corpo ajuda a entender e a prevenir doenças.

Criado entre as décadas de 60 e 70 pela fisioterapeuta belga Godelieve Denys-Struf, o método de Cadeias Musculares e Articulares GDS leva em conta as diferentes tipologias de corpo existentes. Após um trabalho estatístico com milhares de pacientes, Godelieve descreveu seis tipologias, nomeadas por siglas, que resumem as cadeias musculares mais ativadas em cada caso.

A tendência no uso dos grupos musculares tem relação com aspectos comportamentais. "Mas, na verdade, somos uma soma dessas cadeias. Durante a vida podemos assumir diferentes comportamentos, e a postura deveria se adequar a eles", disse a fisioterapeuta Cecília Stephan, que trabalha com GDS há dez anos.

De acordo com Cecília, os problemas podem aparecer se uma pessoa se fixa em uma tipologia, pois isso não permite a expressão postural de outro comportamento. "Uma mãe, por exemplo, que precisa arredondar as costas e os braços para segurar e aconchegar o bebê no colo: se ela ficar sempre ereta, na tipologia 'PA', sua falta de flexibilidade pode impedir a expressão corporal dessa ação, além de dar dores na coluna", explicou.

A capacidade na mudança de postura conforme o momento na vida varia de pessoa para pessoa, mas para isso o corpo deve estar livre biomecanicamente. "O objetivo do método é olhar para a pessoa e levar em consideração a individualidade, e não fazer julgamentos de valores", disse.

As cadeias descritas pelo GDS, quando inflexíveis, mostram tendências aos problemas de saúde, como dores nas costas, artrite, gastrite, danos nos ligamentos e problemas pulmonares. Segundo Cecília, o método ajuda a entender onde está o problema, isso é, a real causa para assim definir qual deve ser o melhor tratamento.

Países da Europa usam o método

A utilização do método GDS para prevenir doenças ainda engatinha nas clínicas de fisioterapia do Brasil e de Ribeirão Preto. "É um método que está sendo cada vez mais difundido na Bélgica, França, Espanha, Itália, Polônia, Suíça, Canadá e também no Brasil. Em Ribeirão, ainda existem poucos profissionais que aplicam o método", disse a fisioterapeuta Cecília Stephan. Além do GDS, existem outros métodos de cadeia muscular para prevenir os problemas de saúde causados pela postura incorreta. "O RPG, a morfoanálise e até mesmo o pilates auxiliam nesses problemas causados, em grande parte, pelo sedentarismo", disse o fisioterapeuta Marcos Antônio Furumoto. O pilates, considerado uma atividade física, é uma alternativa muito procurada nas academias de Ribeirão. "A prática fortalece os músculos e ajuda na manutenção da postura com o alongamento da musculatura", explicou a professora de pilates Tatiane Tomaz.

Clique aqui para ler este artigo no Guia da Plastica