Pesquisa investiga benefícios das nozes para as artérias Cuiabá, Mato Grosso

Comer nozes depois da refeição poderia contribuir para a diminuição dos malefícios causados às artérias por comidas gordurosas.Segundo os pesquisadores, que recomendam uma dose diária de 28 gramas de nozes, as dietas ricas em gordura atrapalham a produção de óxido nítrico. Veja mais no artigo abaixo.

Magno Stefani Cezar
Av. Presidente Marques 437
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Jubert Sanches Cibantos Filho
(65) 3623-4023
Rua General Neves 111
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Clínica Magno Cézar
(65) 3623-5122
av Pres Marques, 441 Santa Helena-Quilombo
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Tiago, José S
(65) 3623-5986
r Cândido Mariano, 990 Quilombo
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Med K Prod e Serv Médico Hospital e Laboratorial
(65) 3626-3997
av José Rodrigues do Prado, 252 Santa Rosa
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Carlos Alberto A Maranhao
Av 31 - de Marco 889
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Dra Maria do Socorro Cirurgiã Plástico
(65) 3623-8521
r Cmte Costa, 1496 Revivere Centro Sul
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
AR Distribuidora de Medicamentos e Produtos Hospitalares Ltda
(65) 3634-3637
av Pedro Pedrossiam,Gov, 388, Campo Velho
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Draúzio Antônio Medeiros
(65) 3624-3713
av Isaac Póvoas, 1124
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dulciyara Lopes, Drª
(65) 3023-9001
Tv Léo Edilberto Griggi, 75 Goiabeiras
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Pesquisa investiga benefícios das nozes para as artérias

Comer nozes depois da refeição poderia contribuir para a diminuição dos malefícios causados às artérias por comidas gordurosas. É no que acredita um grupo de cientistas envolvidos em um pequeno estudo do Hospital das Clínicas da Universidade de Barcelona. Os resultados da pesquisa foram publicados na edição mais recente da revista da Universidade de Cardiologia dos Estados Unidos.

O hospital recrutou 24 adultos, metade deles com níveis normais de colesterol e o resto com níveis moderadamente altos. Cada paciente recebeu duas refeições contendo salame gorduroso e queijo, com uma semana de intervalo entre elas. Em uma das refeições, os cientistas adicionaram cinco colheres de chá de azeite de oliva. Na outra, foram misturadas oito nozes.

Os testes mostraram que tanto o azeite quando as nozes ajudam a reduzir a repentina inflamação e oxidação das artérias que ocorre após uma refeição rica em gorduras saturadas. Mas as nozes ajudam ainda a preservar a elasticidade e flexibilidade das artérias, independentemente dos níveis de colesterol. Os cientistas alertam, no entanto, que isso não significa que se pode comer o que quiser e depois ingerir nozes.

AMINOÁCIDO

Segundo os pesquisadores, que recomendam uma dose diária de 28 gramas de nozes, as dietas ricas em gordura atrapalham a produção de óxido nítrico, uma substância necessária para manter as artérias flexíveis. Com o tempo, isso pode causar o endurecimento das artérias e aumentar os riscos de doenças cardíacas e derrames. A noz é benéfica, porque contém arginina, um aminoácido usado pelo corpo para produzir o óxido nítrico.

O alimento contém ainda antioxidantes e ácido alfa linolênico, uma substância à base de plantas com propriedades beneficiais à saúde. O coordenador da pesquisa, Emilio Ros, está pesquisando para saber se as nozes podem ajudar também quem sofre de arritmias cardíacas.

Segundo o professor Robert Vogel, da Universidade de Maryland, nos EUA, a pesquisa demonstra que as nozes têm gorduras protetoras que não estão presentes no azeite de oliva. “Isso levanta uma questão muito interessante porque muitas pessoas que têm uma dieta mediterrânea acreditam que os benefícios vêm do azeite", disse ele.

Clique aqui para ler este artigo no Guia da Plastica