Psicólogos Infantis Manaus, Amazonas

Encontre Psicólogos Infantis em Manaus. Aproveite para saber mais sobre o assunto lendo nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre o mesmo.

Cemepsi Centro Med Psicológico Ltda
(92) 3642-3127
r Paz, 2, Parque 10 de Novembro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Casa do Psicólogo
(92) 3233-5224
av Ipixuna, 1886, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Sapce - Servico de Assessoria Psicologica, Clinica e Empresarial Limitada
(92) 3663-6258
av Tefé, 324, Cachoeirinha
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Espaco Crescer - Consultorios de Psicologia e Fonoaudiologia Ltda
(92) 3233-9884
av Japurá, 421, Sl 1, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Clinica de Pericia Medica e Psicologica Ltda
(92) 3236-9449
r Recife, 2012, Adrianópolis
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Climepsi Clinica Medica Psicologica Ltda
(92) 3648-8363
av Efigênio Sales, 3, Cj Mucuripe I, Aleixo
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Centro de Psicologia do Amazonas Ltda
(92) 3234-7979
r Barroso, 372, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Exitus Consultoria e Psicologia Aplicada S/c
(92) 3622-6580
av Eduardo Ribeiro, 639, Ed P Comercio Sl 1009, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Climep Clínica Médica e Psicológica Ltda
(92) 3646-7488
r A, 28, Parque 10 de Novembro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Centro de Psicologia Aplicada da Unip
(92) 3632-2503
r 33, 12, Conjunto Castelo Branco
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Psicólogos Infantis

Fornecido por:

A., oito anos, é um garoto como tantos outros. Vai à escola, vê desenho animado, gosta de brincar... Tudo como qualquer outro. Mas por que os meninos da escola de A. implicam e agridem o garoto? Porque as pessoas cochicham quando o vêem? A. tem somente um ponto que o diferencia das outras crianças: Ele tem gestos e voz semelhantes às das meninas. E os que o agridem estão, sem saber, praticando homofobia.

Afirmar que A. vai se tornar um adulto homossexual é impossível. Mas, segundo o psicólogo e sexólogo Carlos Boechat, o fato das pessoas, seja os colegas da escola, professores ou até os próprios pais, o tratarem com agressividade é motivado por uma suposição da sexualidade da criança, o que leva a uma repreensão motivada por homofobia. A sociedade é homofóbica. O pai tem medo do filho se tornar homossexual , explica o sexólogo.

S.L., 32 anos, mãe da A., que prefere não se identificar em favor da criança,


...

Clique aqui para ler este artigo no Minha Vida