Sala de aula: Visão compartilhada Rio Branco, Acre

A tarefa de ministrar uma classe com qualidade pode não ser tão facil quanto parece.O professor deve ter bagagem e conhecimento suficientes para ministrar os conteúdos de sua disciplina.Além do princípio da preparação profissional,devemos assimilá-lo aos princípios da prioridade,ordem,estruturas,execução e padrão de qualidade.Neste artigo detalharemos a importância de cada um.

M. S. Pre-vestibular Ltda
(68) 3224-0726
r Venezuela, 658, Cerâmica
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
(68) 3223-3678
av Epaminondas Jacome, 1260, Base
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
A F Carneiro
(68) 3224-1946
r Bartolomeu Bueno, 163, Cs, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Sociedade Educativa Acreana Ltda
(68) 3026-1717
av Getúlio Vargas, 1268, An 2 Sl 202, Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
R. L. P. dos Santos - Me
(68) 3221-2301
r Deodoro,Mal, 236, 2 An, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
UFAC
(68) 3901-2571
rdv BR-364, 4000, Km 4, Dis Industrial
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Faculdade da Amazônia Ocidental
(68) 2106-8200
etr Dias Martins, 894, Ch Ipê
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Instituto de Ensino Superior do Acre
(68) 3244-1282
tr Ponta Pora, 100, Capoeira
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
SESI - Serviço Social da Indústria - AC
(68) 3212-4200
av Nações Unidas, 3727, Estação Experimental
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Faculdade Barão do Rio Branco
(68) 3213-7070
rdv BR-364, 2000, Km 2, Dis Industrial
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Sala de aula: Visão compartilhada

Em relação à Educação, podem ser seguidos seis princípios fundamentais: prioridades, preparação, ordem, estruturas, execução e padrão de qualidade.

Prioridades: O aprendizado do aluno deve ser a prioridade de um professor em sala de aula.

Preparação: O professor deve ter bagagem e conhecimento suficientes para ministrar os conteúdos de sua disciplina.

Ordem: O professor não só deve ser organizado com seu material de estudo e de trabalho, mas também ter uma seqüência ordenada das atividades e do conteúdo em sala de aula.

Estruturas: Todas as pessoas da escola devem estar envolvidas no processo ensino-aprendizagem, até mesmo a jardineiro e a merendeira.

Execução: Os alunos necessitam, para fixarem o aprendizado e para que ele seja útil em sua vida diária, colocarem a "mão na massa", realizarem trabalhos nas respectivas disciplinas.

Padrão de qualidade: O professor precisa executar o seu trabalho da melhor maneira, e não apenas cumprir carga horária.

Esses são seis princípios fundamentais para se fazer um bom trabalho na Educação. O professor deve refletir sobre eles a fundo.

Um professor deve estar preparado para quaisquer e diferentes eventualidades em sala de aula. São elas: indisciplina, insubordinação, agressividades, desatenção, despreparo de alunos e todo tipo de conflitos.

Se os alunos forem muito fortes e o professor muito fraco, o resultado será a insubordinação. Se o professor for muito forte e os alunos muito fracos, o resultado será o colapso.

Se o professor for irascível e indisciplinado e, ao entrar na sala de aula, combater com autoritarismo, por sua própria conta, atendendo a seus impulsos, o resultado será destruição.

Se o professor for fraco e sem autoridade; se suas aulas não forem claras e definidas; se não houver deveres específicos atribuídos aos alunos e os conteúdos forem ministrados de maneira aleatória e relaxada, o resultado será a desorganização completa.

Essas são maneiras de promover a derrota, para as quais o professor deve atentar cuidadosamente.

O modelado natural da turma é o melhor aliado do professor; porém a capacidade de avaliar os alunos, de calcular judiciosamente as dificuldades, os riscos e as circunstâncias, de maneira a dominar as forças do ensino-aprendizagem, constituem a arte de um grande mestre.

Aquele que conhecer perfeitamente esses fatores e, em sala de aula, colocar em prática seu conhecimento, vencerá as batalhas do magistério. Aquele que não os conhecer, certamente será derrotado.

O professor que avançar em ambicionar fama e se retrair sem temer cair em desgraça, cujo único pensamento for o aprendizado de seus alunos e prestar um bom serviço à Educação, é a jóia do Estado.

Portanto, quando o professor experimentado passa à ação jamais comete erros crassos. Quando se preocupa realmente com o ensino, seus meios são como ilimitados.

É por isso que eu afirmo: Se se conhecer o aluno e a si próprio, não haverá dúvida quanto à vitória. Se tiver domínio de classe e conhecer a gestão de pessoas, a vitória será completa.

------------

Sobre o Autor
Maurício Apolinário é casado e reside em Brasília-DF. Pós-graduado em Gestão de Pessoas e em História do Brasil, e licenciado em Letras. Professor, palestrante e escritor, tem publicados: "A arte da guerra para professores" - pedagogia; o livro infantil "Bolinha, Meu Coelho" e o livro de contos "Um Prato de Comida"; participação em "Educação 2008: As mais importantes tendências na visão dos mais importantes educadores". Iniciou-se no magistério em 1979, tendo atuado como professor de Língua Portuguesa e Literatura no Ensino Fundamental e no Ensino Médio, na rede pública e particular. Atualmente é gestor central do PDE-Escola no Ministério da Educação, em Brasília.

Artigos.com