Tecnologia revoluciona cuidados com a saúde e a beleza Cuiabá, Mato Grosso

A combinação entre a tecnologia e a medicina proporcionará uma revolução nos tratamentos de beleza. Pesquisas da indústria farmacêutica também devem se converter em medicamentos que, junto a tratamentos cosméticos, poderão postergar o aparecimento de rugas. Informe-se mais no artigo abaixo.

Carlos Alberto A Maranhao
Av 31 - de Marco 889
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Jubert Sanches Cibantos Filho
(65) 3623-4023
Rua General Neves 111
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Dulciyara Lopes, Drª
(65) 3023-9001
Tv Léo Edilberto Griggi, 75 Goiabeiras
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
AR Distribuidora de Medicamentos e Produtos Hospitalares Ltda
(65) 3634-3637
av Pedro Pedrossiam,Gov, 388, Campo Velho
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Tiago, José S
(65) 3623-5986
r Cândido Mariano, 990 Quilombo
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Magno Stefani Cezar
Av. Presidente Marques 437
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Henrique S Laboissiere
(65) 3623-2079
av das Flores, 843 s 34 Jardim Cuiabá
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dra Maria do Socorro Cirurgiã Plástico
(65) 3623-8521
r Cmte Costa, 1496 Revivere Centro Sul
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Draúzio Antônio Medeiros
(65) 3624-3713
av Isaac Póvoas, 1124
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Clínica Magno Cézar
(65) 3623-5122
av Pres Marques, 441 Santa Helena-Quilombo
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Tecnologia revoluciona cuidados com a saúde e a beleza

A combinação entre a tecnologia e a medicina proporcionará uma revolução nos tratamentos de beleza. Técnicas que mesclam estudos detalhados dos genes e as características de cada metabolismo permitirão cuidados personalizados antes mesmo de problemas como celulite, flacidez e manchas na pele aparecerem. Pesquisas da indústria farmacêutica também devem se converter em medicamentos que, junto a tratamentos cosméticos, poderão postergar o aparecimento de rugas e suprir de maneira mais eficiente os nutrientes. É a mudança do conceito de tratar para o de prevenir.

Ajuda da genética

Pesquisar para individualizar. Uma das missões da genética é descobrir, além de terapias para doenças, a prevenção de males que afetam a saúde e a beleza. Graças à tecnologia, genes estão sendo identificados e analisados para, em breve, se transformarem em respostas para tratamentos cada vez mais individuais. Por meio de estudos e das características dos pacientes, será possível desenvolver e aplicar medicamentos específicos para cada metabolismo. Um dos grandes trunfos é a chamada medicina genômica, que possibilita indicar quais variantes genéticas de cada indivíduo podem predispô-lo ou protegê- lo de vários tipos de doença, das psiquiátricas àquelas relacionadas à beleza.

Tratamentos personalizados ajudarão a prevenir, em vez de tratar, problemas de pigmentação, flacidez, acne, celulite, varizes e até mesmo a gordura localizada. Será possível corrigir genes que estão trabalhando de forma errada no corpo, como é o caso daqueles que coordenam a produção de melanina. Uma disfunção, que faz com que a pessoa tenha muita melanina em regiões específicas, causando manchas, poderá ser detectada com antecedência e tratada antes mesmo de aparecer. Estudos com o gene GNB3 deverão trazer benefícios para mulheres que acabaram de dar à luz. Investigações recentes mostraram que essa unidade hereditária se apresenta de três formas, sendo que uma delas faz com que algumas mulheres fiquem obesas após a gestação. Com os progressos da genética, isso poderá ser evitado daqui a alguns anos, fazendo com que as mamães façam dietas e tratamentos específicos.

Cirurgia íntima

Na era pós-silicone, um novo e polêmico tipo de cirurgia plástica tende a se popularizar entre as mulheres. Chamadas de cirurgias íntimas, prometem rejuvenescer a genitália feminina, com procedimentos para clarear os grandes lábios, estreitar os lábios vaginais e até aumentar as chances de orgasmo, com injeções no controverso ponto G. Discutidas em recentes congressos internacionais de medicina estética, as técnicas causam divergência entre os profissionais de saúde. Embora possam ajudar quem tem problemas fisiológicos, são desaconselhadas como primeira opção para quem busca mais prazer sexual.

De dentro para fora

Pílulas e medicamentos com poderes de embelezar e manter a jovialidade das mulheres são algumas novidades que a indústria farmacêutica promete para os próximos anos. 

Uso de compostos orais que contêm vitamina C, isoflavona de soja, licopeno e outros elementos com ação terapêutica deverão ser ainda mais desenvolvidos para diminuir a ação de radicais livres, por exemplo. A isotretinoina, utilizada no tratamento de acne começa a ser usada em pequenas quantidades para o rejuvenescimento cutâneo.

Com a idade, a pele absorve menos nutrientes e perde a elasticidade. Diferentemente da ação de um creme ou loção que tem ação cutânea, os chamados nutracêuticos são ingeridos e podem servir de alimento para proporcionar benefícios à saúde, como a prevenção e tratamento de doenças. Os compostos, que devem ser cada vez mais aperfeiçoados, também atuam como coadjuvantes em processos fisiológicos, ajudando no restabelecimento de estruturas cutâneas e suprindo nutrientes que são perdidos naturalmente no processo de envelhecimento.

Um protetor solar oral aguarda a liberação da Anvisa para entrar no mercado brasileiro. A proposta é proteger a pele contra os raios UVA, mas não substituirá de vez o protetor solar.

Novas pesquisas evidenciam o uso da vitamina K. Podem surgir produtos combinados com retinol para se obter um efeito protetor ao colágeno da pele, além dos comprimidos de silício orgânico, conhecidos como “lifting oral”

Produtos naturais diferenciados também devem surgir no mercado. Depois do chá verde e do chá branco, o chá vermelho – rico em componentes essenciais, como polifenóis, teofilina, vitamina C, vitamina B, cafeína e taninos – é a alternativa para eliminar os radicais livres. Os três chás são obtidos da mesma planta (Camellia sinensis), sendo que a diferença entre eles está no tempo de colheita e nas etapas do processamento. A erva apresenta seu poder nos polifenóis, que têm ação antioxidante – agem contra os radicais livres, que contribuem para o envelhecimento e as doenças degenerativas. Ingressam no mercado brasileiro outros dois chás, o amarelo, que também é obtido da Camellia sinensis, e o azul, derivado de uma planta denominada Oolong

Clique aqui para ler este artigo no Guia da Plastica