Torne-se um doador de sangue Ji-Paraná, Rondônia

"Em uma única doação é possível salvar até quatro vidas", destaca o autor. Saiba como se tornar um doador de sangue. Confira quais são as restrições para a doação, e também, como essa ajuda voluntária é de extrema importância.

Loja Maçonica Segredo e Lealdade
(69) 422-1088
r Dom Augusto, 893
Ji-Paraná, Rondônia
 
Assoc Beneficentes
(69) 222-1525
r Amazonas, 2101, Nossa Senhora Das Graças
Porto Velho, Rondônia
 
Sind Empreg Estabelecimento Bancário E
(69) 441-5289
r Pioneiros, 2020, Centro
Cacoal, Rondônia
 
Org Materella Povo Indigena Surui
(69) 441-1858
r Capitão Rui Luiz Teixeira, 1666
Cacoal, Rondônia
 
Wilson Tomikawa
(69) 421-4501
r Castelo SN
Ji-Paraná, Rondônia
 
App Francisco Nogueira Fl
(69) 541-1123
av José Carlos Pereira Nery, 4484, Guajará-Mirim
Guajara-Mirim, Rondônia
 
Assoc País e Amigos Excepcionais Cerejeiras APAE
(69) 342-2773
r Antônio Carlos Zancan, 1772
Cerejeiras, Rondônia
 
Assoc Portadores Deficiencia Cerejeiras
(69) 342-2134
r Belo Horizonte, 1140
Cerejeiras, Rondônia
 

Torne-se um doador de sangue

Fornecido por:

O doador de sangue é o elemento vital ao funcionamento de um hemocentro e de um hospital. Por isso, as pessoas saudáveis devem ser conscientizadas quanto à importância da doação voluntária.

A falta do estoque de sangue em um hospital pode levar ao cancelamento de cirurgias e de procedimentos. Um exemplo é o doente que faz quimioterapia, já que, caso não receba o suporte de transfusão, poderá não resistir ao tratamento. Além disso, pode ser um enorme prejuízo ao paciente o adiamento de cirurgias cardíacas, de transplantes de rim, de fígado, de medula óssea, entre outros procedimentos que necessitam de sangue e de plaquetas.

Um grande desafio enfrentado pelas instituições de saúde é manter e elevar a doação de sangue. Atualmente, os doadores representam apenas 1,7% da população brasileira. Pelo fato de essa quantidade não fazer falta ao organismo, nada justifica as pessoas não adotarem essa prática.

Para se tornar um doador, é p...

Clique aqui para ler este artigo na Minha Vida