Torne-se um doador de sangue Jundiaí, São Paulo

"Em uma única doação é possível salvar até quatro vidas", destaca o autor. Saiba como se tornar um doador de sangue. Confira quais são as restrições para a doação, e também, como essa ajuda voluntária é de extrema importância.

ABRACC - Associação Brasileira de Ajuda à Criança com Câncer
(11) 2626-0274
Av Paulista
São Paulo, São Paulo
 
APIS
(11) 4669-7388
R. GENILSON TIMOTEO MAGALHAES, 164
ITAPECERICA DA SERRA, São Paulo
 
CENTRO SOCIAL PEDRA VIVA
(11) 4475-1372
RUA QUIXADÁ, 51
SANTO ANDRÉ, São Paulo
 
Gordinho Antonieta C C
(114) 582-3328
av J Arantes, 250
Jundiaí, São Paulo
 
Associação Protetora de Menores
(114) 521-5469
r João Batista Curado,Prof, 44, Vila Virginia
Jundiaí, São Paulo
 
ABRACC | Associação Brasileira de Ajuda à criança com Câncer
(11) 3477-6080
Av Paulista
São Paulo, São Paulo
 
ABRACC - Associação Brasileira de Ajuda à Criança com Câncer
(11) 3477-6080
R. Oriente
São Paulo, São Paulo
 
ABRACC - Associação Brasileira de Ajuda à Criança com Câncer
(11) 2626-0274
Av Paulista
São Paulo, São Paulo
 
Lar Analia Franco Departamento Comercial Assistencial
(114) 521-1556
r H Staden, 176
Jundiaí, São Paulo
 
Lar Feminino Filadelfia Jundiai
(114) 582-2939
r E Pincin, 860
Jundiaí, São Paulo
 

Torne-se um doador de sangue

Fornecido por:

O doador de sangue é o elemento vital ao funcionamento de um hemocentro e de um hospital. Por isso, as pessoas saudáveis devem ser conscientizadas quanto à importância da doação voluntária.

A falta do estoque de sangue em um hospital pode levar ao cancelamento de cirurgias e de procedimentos. Um exemplo é o doente que faz quimioterapia, já que, caso não receba o suporte de transfusão, poderá não resistir ao tratamento. Além disso, pode ser um enorme prejuízo ao paciente o adiamento de cirurgias cardíacas, de transplantes de rim, de fígado, de medula óssea, entre outros procedimentos que necessitam de sangue e de plaquetas.

Um grande desafio enfrentado pelas instituições de saúde é manter e elevar a doação de sangue. Atualmente, os doadores representam apenas 1,7% da população brasileira. Pelo fato de essa quantidade não fazer falta ao organismo, nada justifica as pessoas não adotarem essa prática.

Para se tornar um doador, é p...

Clique aqui para ler este artigo na Minha Vida