Valorize o seu empreendimento Manaus, Amazonas

O autor descreve os passos para valorizar uma empresa diante dos acionistas. Ele ensina como planejar o "Balanced Scorecard" para desenvolver uma estratégia eficiente de gestão. Aprenda o modelo de avaliação e performance empresarial desenvolvido por professores da Harvard Business School.

Lacouth
(92) 3681-8523
rua rio itapitanga
Manaus, Amazonas
 
OK Baterias Ltda
(92) 654-2144
av Tapajós, 5120, bo 5 b, Centro
Manaus, Amazonas
 
Chemyka Cons Quim
(92) 233-7869
av Sen, 243, sl 207
Manaus, Amazonas
 
Wbm Cons e Serv
(92) 644-3850
al Cosme Ferreira, 25, Aleixo
Manaus, Amazonas
 
Adonis Repres Ltda
(92) 633-5803
r Vinte e Quatro de Maio, 233, sl 304, Centro
Manaus, Amazonas
 
SOS RAZOES
(92) 8106-7001
RUA 27 qdr 173 cidade nova II
MANAUS, Amazonas
 
Dinâmica Cons
(92) 648-0922
av E Salles, 2600, sl 6
Manaus, Amazonas
 
Quali Marketing Eng e Cons Empresarial
(92) 642-6498
r Principal, 209, lj 2, Armando Mendes
Manaus, Amazonas
 
Netdata Cons e Informática
(92) 234-3347
r Para, 161, sl 103, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
Laeison L Silva
(92) 622-5129
r DR Almino, 185, sl 113
Manaus, Amazonas
 

Valorize o seu empreendimento

O sucesso da sua empresa depende de líderes que “constroem valor para o futuro da organização ao mesmo tempo em que executam os objetivos de curto prazo”.

Observe este enorme desafio por quatro perspectivas

-PERSPECTIVA FINANCEIRA. O canal de vendas de produtos e serviços em TI tem um grande benefício, um verdadeiro simplificador. O balanço, normalmente, é puramente circulante. Na prática as fontes de receita e despesas são de curto prazo o que permite uma gestão financeira

1.       Defina quanto sua revenda quer faturar no ano e com que margem. Exemplo: faturamento bruto de R$ 500.000,00 com margem de contribuição de 30%.

2.      Identifique as fontes de faturamento. Exemplo: 30% nos clientes existentes, 40% novos clientes, 30% novos produtos e serviços.

3.      Imponha níveis rígidos de tolerância nos custos e despesas operacionais. Importante: custos e despesas consomem margem, portanto devem ser dimensionados de acordo com as metas de faturamento e margem. Exemplo: despesas nunca devem ultrapassar 10% da margem de contribuição.

-PERSPECTIVA DO CLIENTE. Construção de valor para o cliente está relacionada à imagem que sua empresa tem ou terá perante o mercado. Dá-se pela a combinação de três elementos:

1.       Seu portfólio de produtos e serviços;

2.      Sua eficiência operacional;

3.      Relacionamento.

Juntos, os três elementos geram satisfação do cliente e conseqüentemente DETERMINAM o “valor da sua marca”.

 “Perder um cliente normalmente significa ter que buscar outro. Este não volta mais, foi para o concorrente!”

Pense no cliente e posicione-se conforme suas demandas. Só assim você ganhará dinheiro.

1.       Qual a proposta de valor que sua empresa quer entregar? Ela é compreensiva e de acordo com as necessidades de seu mercado/cliente?

2.      Excelência operacional . Prometeu, cumpriu! Sem surpresas nem desculpas. Simplesmente execute com precisão.

3.      Relacionamento . A conversa com o cliente deve ter valor agregado, deve ser formal, construtiva, evolutiva. Não peça “uma forcinha”. Deixe o papo furado para seus amigos na hora da cerveja. Nunca se aproxime de seu cliente usando o abominável “Como vai doutor?”.

 -PERSPECTIVAS DOS PROCESSOS. Medicina preventiva é sempre o melhor remédio. Atua na causa dos problemas.

 

 
E por último, mas não menos importante, as...

-PERSPECTIVAS DA ORGANIZAÇÃO:

1.       Como está seu “capital humano”. O perfil do time está à altura do desafio da sua empresa no mercado?

2.      As estratégias e ações foram bem cascateadas e claramente comunicadas?

3.      Como anda o clima da organização?

4.      Sua empresa tem um programa de retenção e desenvolvimento de talentos?

Nem hoje, muito menos no futuro, haverá espaço para amadorismo ou negligência na gestão. Empresas que são matematicamente bem planejadas posicionam-se e reposicionam-se rapidamente para ganhar mercado e conseqüentemente dinheiro. - E ganham! As outras, sem planejamento, sucumbem de forma frustrante, nadando na sua própria praia.

“Produtos e serviços vêm e vão, sua marca fica. Portanto planeje-se e só execute aquilo que poderá ser medido”.

 Balanced Scorecard é uma metodologia desenvolvida pelos professores da Harvard Business School, Robert Kaplan e David Norton , em 1992. O Balanced Score Card (BSC) foi apresentado inicialmente como um modelo de avaliação e performance empresarial, porém, a aplicação em empresas proporcionou seu desenvolvimento para uma ferramenta estratégica de gestão .

Os requisitos para definição desses indicadores tratam da maximização dos resultados baseados em quatro perspectivas que refletem a visão e estratégia empresarial:

1.       Financeira: desempenho econômico que se deseja alcançado no longo prazo;

2.      Clientes: permite a clara identificação e avaliação das propostas de valor;

3.      Perspectiva dos processos internos: processos internos da organização, incluindo a identificação dos recursos e competências;

4.      Perspectiva do aprendizado e crescimento: a habilidade de uma organização inovar, melhorar e aprender.

 

Segundo Kaplan e Norton (1997, p.25), o Balanced Score Card reflete o equilíbrio entre objetivos de curto e longo prazo, entre medidas financeiras e não-financeiras .

Alguns benefícios:

1.       . Sintetizar a visão e a estratégia;

2.      . Comunicar os objetivos e suas interdependências;

3.      . Planejar, estabelecer metas;

4.      . Melhorar a organização documentando “melhores práticas”.

Clique aqui para ler este artigo na WebArtigos.com